Vitaminas e antioxidantes -
Esta página já teve 132.474.574 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.706 acessos diários
home | entre em contato
 

Vitaminas e antioxidantes

Vitaminas diminuem risco de câncer

26/03/2004
 
 
 
Homens reagiram melhor à ingestão de suplementos
Homens reagiram melhor à ingestão de suplementos

Suplementos de vitaminas e minerais reduzem o risco de câncer para homens, de acordo com um estudo francês.

Segundo os cientistas do Instituto Científico e Técnico para Nutrição e Alimentos de Paris, os suplementos reduziram o índice de câncer em um terço e o número de mortes em 37% em um grupo de homens observados ao longo de sete anos.

Os resultados representam uma das provas mais claras da influência da dieta na saúde.

No entanto, a mesma melhora não foi verificada nas mulheres analisadas. Uma das possíveis explicações, segundo os cientistas, é que mulheres geralmente se alimentam melhor que homens.

Dieta desigual

Uma das pesquisadoras, Sarge Hercrerg, diz acreditar que, em um país onde a dieta da população é mais pobre de uma forma geral, as mulheres também teriam se beneficiado dos suplementos.

Da mesma forma, os suplementos não tiveram nenhum efeito sobre aqueles que sofriam de alguma doença cardíaca.

Hercrerg, no entanto, ressalta que outros estudos precisarão ser feitos para confirmar os resultados.

“Ainda assim, esses resultados apóiam recomendações para seguir uma dieta saudável, especialmente uma que seja rica em frutas e verduras, que são as principais fontes de vitaminas antioxidantes e minerais, para todas as idades e ambos os sexos”, afirmou a cientista.

Os suplementos analisados tinham a mesma composição de nutrientes antioxidantes que são encontrados em uma dieta rica em frutas e verduras.

Antioxidantes ajudam a limpar os chamados radicais livres, que podem danificar tecidos do corpo.

Metade dos 13 mil voluntários que participaram do estudo receberam suplementos de betacaroteno, vitaminas C e E, selênio e zinco. A outra metade tomou comprimidos placebo, ou seja, sem nenhuma substância ativa.

Ao final dos sete anos, dos 562 voluntários que sofriam de câncer, 103 pessoas (56 homens e 47 mulheres) haviam morrido de diversos tipos da doença.

Os participantes tinham entre 35 e 60 anos de idade.

Controvérsia

Os resultados contrariam a tese de cientistas da Universidade de Oxford, na Grã-Bretanha, de acordo com a qual suplementos vitamínicos são um desperdício de dinheiro.

Na mesma época, há cerca de um ano, a agência de controle de qualidade de alimentos da Grã-Bretanha alertou que a overdose de vitaminas e minerais pode ser prejudicial à saúde.

Os cientistas franceses concordam com a tese de que é melhor obter essas substâncias de fontes primárias, ou seja, frutas e verduras.

“Há razões para acreditar que o efeito (dos suplementos) é menor do que as fontes de antioxidantes, particularmente frutas e vegetais, que fornecem substâncias protetoras”, afirmou Hercrerg.

BBC Brasil


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos