-
Esta página já teve 133.091.059 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.665 acessos diários
home | entre em contato
 

Álcool

Consumidores de cerveja têm mais chances de ter gota

18/04/2004





Beber cerveja pode aumentar as chances de se ter gota, doença caracterizada pelo aumento de ácido úrico no organismo e que provoca inchaço nas articulações, segundo um estudo da revista médica britânica "The Lancet", publicado hoje, sexta-feira.

A pesquisa, efetuada por um período de 12 anos pelo especialista Hyon Choi e por médicos do Hospital Geral de Massachusetts (EUA), analisou o consumo de álcool de 47.000 empregados do sexo masculino que trabalham no setor de saúde.

Entre todos os voluntários, a equipe de pesquisa encontrou 730 casos confirmados de gota.

Ainda segundo os resultados, os homens que tomam uma ou duas cervejas por dia têm 2,5 vezes mais chances de ter a doença do que aqueles que não bebem, ao passo que os que ingerem a mesma quantidade de licor são 1,6 vezes mais propensos a desenvolver o mal.

O estudo também prova que uma ingestão moderada de vinho não influencia na incidência da doença, o que contraria os mitos que a relacionavam a bebidas de elevado teor alcóolico.

Choi, responsável pelo estudo, disse que a cerveja tem maior probabilidade de causar problemas, apesar de ter um teor alcoólico menor.

"Os resultados sugerem que pode ser um componente não alcoólico da cerveja a causa da gota", declarou.

"Esta bebida", acrescentou, "possui um elevado nível de purina, um componente químico que se converte em ácido úrico".

A gota, que afeta principalmente os homens, provoca a inflamação das articulações. Geralmente ela começa nos dedos dos pés e , pouco a pouco, a pele entorno do inchaço fica avermelhada.

EFE


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos