Alcoolismo/Álcool - Existe medicamento para combater o alcoolismo?
Esta página já teve 115.919.771 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.699 acessos diários
home | entre em contato
 

Alcoolismo/Álcool

Existe medicamento para combater o alcoolismo?

11/05/2004


O FDA - órgão que regulamenta o uso de medicamentos nos Estados Unidos, aprovou três medicamentos no combate ao alcoolismo. O primeiro aprovado na década de 40 é um medicamento que funciona como um breque psicológico para ouso da bebida. A pessoa precisa ser devidamente informada pelo medico de que uma vez tomando este medicamento, se ingerir bebidas alcoólicas terá' uma reação desagradável que pode ir de náusea a vômitos e crises hipertensivas graves. Portanto este medicamento só pode ser administrado com a concordância do paciente que precisa estar devidamente informado sobre os efeitos da interação do medicamento com o álcool. Este remédio esta indicado para pessoas que embora desejam parar de beber, não conseguem. O medicamento vai ajudar o paciente a mudar o seu habito com relação a bebida. No momento em que a pessoa sente vontade de beber lembra -se de que esta fazendo uso do medicamento e evita de beber (breque psicológico). Com o passar do tempo a pessoa vai se acostumando a não beber e um novo habito vai se formando até que o uso do medicamento não seja mais necessário . O segundo e terceiro medicamentos foram aprovados na década de 90. Eles tem um efeito completamente diferente do medicamento citado acima. Apresenta pouca interação com o álcool - ou seja, se a pessoa beber e tomar o remédio não vai ter as reações que o medicamento citado acima provoca. Estes medicamentos atuam diminuindo a vontade de beber. Atua na fissura ou no desejo subjetivo de fazer uso do álcool.

Estes são os únicos medicamentos aprovados para o tratamento do alcoolismo. Qualquer outro (por exemplo, vacinas) não possui evidencia cientifica nem pesquisas que comprovem a eficácia. Qualquer um destes medicamentos são vendidos exclusivamente com receita medica e não devem ser usados sem o acompanhamento de um medico, porque em determinadas situações não podem ser usados. Só o médico poderá dizer a quem o medicamento está melhor indicado ou a quem ele está contra-indicado. Alem disso as pesquisas apontam que o uso destes medicamentos de forma isolada, sem um tratamento não farmacológico (como grupos de auto-ajuda, psicoterapia etc.), não tem um boa eficácia.

Dr. Cláudio Jerônimo da Silva UNIAD/Depto Psiquiatria

UNIFESP/EPM

UNIAD


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~