-
Esta página já teve 133.089.157 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.664 acessos diários
home | entre em contato
 

Primeiros socorros/Emergência

Intoxicações por agrotóxicos

02/06/2004

INFORMAÇÕES MÉDICAS DE URGÊNCIA NAS INTOXICAÇÕES POR PRODUTOS AGROTÓXICOS

FOSFORADOS ORGÂNICOS E CARBAMATOS

 

USOS

Inseticidas e acaricidas

VIAS DE ABSORÇÃO

Oral, respiratória, dérmica

ASPECTOS TOXICOLÓGICOS

Inibidores da colinesterase

SINTOMAS E SINAIS CLÍNICOS

Síndrome Colinérgica: sudorese, sialorréia, miose, hipersecreção brônquica, colapso respiratório, brocoespasmo, tosse vômito, cólicas, diarréia.

Síndrome Nicotínica: fasciculação muscular, hipertensão arterial transitória.

Síndrome Neurológica: confusão mental, ataxia, convulsões, depressão dos centros cardiorespiratórios

DIAGNÓSTICO LABORATORIAL

Doseamento da colinesterase sanguínea (abaixamento de 25% ou mais no nível de pre-exposição indica intoxicação.

TRATAMENTOS

Sulfato de atropina, I.M. ou I.V. 1 a 6 mg cada 5 a 30 min., até a atropização leve.

Oxinas (contrathion): 1-2 g/dia, nos 3 primeiros dias; são contra-indicadas nas intoxicações por inseticidas carbamatos.

Manter o paciente em repouso sob observação, no mínimo por 24 horas, após remissão dos sintomas. CONTRA-INDICAÇÃO: morfina, aminofilina e tranqüilizantes.

www.e.gov.br


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos