Laser - Laser e varizes
Esta página já teve 132.479.718 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.703 acessos diários
home | entre em contato
 

Laser

Laser e varizes

13/06/2004

Não entre em crise com as varizes

Conseguir pernas bonitas é um custo. Afinal, temos que vencer inimigos como a flacidez, a celulite, estrias e pêlos para mantê-las sempre em forma. As varizes - aquelas veias escuras e inchadas - também estão no rol de malfeitores da pele, e esta temporada mais fresquinha é a ideal para tratar do problema.

- Essa é a melhor época do ano para quem tem veias muito grossas e que necessitam de cirurgia, um procedimento que exige que o paciente fique alguns meses longe do sol. Ao iniciar o tratamento agora, as pernas estarão perfeitas para o próximo verão - explica o cirurgião vascular Kasuo Miyake, que tem Doutorado no assunto pela USP e é diretor da Sociedade Brasileira de Laser em Cirurgia e Medicina.

A cirurgia de varizes evoluiu bastante. O método mais tradicional usa agulhas de crochê que fazem furos milimétricos retirando as veias doentes. A grande novidade é o laser endovenoso, aplicado de forma homogênea, com ondas que são absorvidas pela parede do vaso sangüíneo, e não pelo sangue, tornando o método mais seguro.

Veja a seguir os mitos e verdades que envolvem as varizes, de acordo com o doutor Miyake:
 

As varizes são um problema genético

Verdade. Se a sua mãe ou o seu pai tem varizes, são maiores as chances de que você venha a sofrer com o problema.
 

A prática de esportes causa varizes

Mito. O exercício físico estimula a circulação do sangue e, com isso, previne o aparecimento de veias doentes.
 

A cirurgia de varizes é de alto risco

Mito. Muita gente teme a intervenção cirúrgica, mas o procedimento está cada vez mais seguro. A retirada de cada veia doente é feita com uma pequena incisão, de apenas 1 mm, e a anestesia é controlada por equipamentos, que monitoram o sono do paciente.
 

Ao retirar as varizes com a cirurgia, terei a circulação do sangue prejudicada

Mito. Pelo contrário: ao retirar as veias doentes, que estavam direcionando o sangue para o sentido errado, a circulação melhorará.
 

A depilação e o cruzar de pernas causam varizes

Mito. A os dois fatores não interferem em nada no aparecimento de veias doentes.
 

Meias elásticas ajudam na circulação

Verdade, mas nem sempre. As meias elásticas podem aliviar as dores nas pernas e facilitar a circulação do sangue se forem apropriadas para a sua perna. O ideal é que a meia fique apertada na região do tornozelo, jamais na área dos joelhos. Caso contrário, ela será prejudicial.
 

As mulheres têm mais varizes do que homens

Verdade. Alguns estudos dizem que as mulheres costumam ter de duas a três vezes mais varizes do que homens. Elas identificam o problema mais facilmente, por depilar as pernas e deixá-las à mostra. Estima-se que um em cada cinco ou seis homens sofra com varizes, principalmente a partir dos 30 ou 40 anos.
 

A gravidez provoca varizes

Verdade. Por conta da alteração hormonal, a gravidez é um dos principais causadores de varizes (os outros são: ingestão de hormônios femininos, seja por reposição ou por anticoncepcionais; genética; ficar muito tempo em pé ou sentado; e excesso de peso).
 

As varizes podem levar à trombose

Verdade. Se a circulação do sangue ficar muito prejudicada por conta das varizes, existe o risco de formação de coágulos, que levam à Trombose Venosa Profunda (TVP).
 

Anticoncepcional causa varizes

Verdade. Geralmente sim, porque provoca alteração hormonal, uma das principais causas das veias doentes.
 

Salto alto causa varizes

Mito. Um recente estudo do cirurgião João Potério Filho, da Unicamp, afirma que o salto alto beneficia a circulação e evita o aparecimento de varizes. De qualquer forma, é importante lembrar que o salto, quando usado diariamente por muitos anos, pode dificultar o trabalho da “batata da perna”, que ajuda no bombeamento do sangue nas pernas. Por isso, é importante alongar as panturrilhas antes e depois de usar o salto.
 

A alimentação influencia na formação de varizes

Verdade, mas indiretamente. Uma alimentação equilibrada ajuda na manutenção de um peso adequado, o que, por sua vez, diminui as chances de desenvolvimento de veias doentes nas pernas.
 

Cremes melhoram o problema

Mito. Não há comprovação científica de que cremes eliminem varizes e nada indica que possam refazer as paredes de uma veia danificada. È perda de dinheiro na certa.
 

Viagens muito longas criam o ambiente propício para a formação de varizes

Verdade. Em trajetos longos de avião ou ônibus, por exemplo, nossas pernas costumam ficar muito tempo paradas na mesma posição e comprimidas, aumentando a dificuldade do sangue da perna em retornar ao coração e dando condições para a formação de varizes ou de coágulos no sangue (que por sua vez podem causar TVP ou embolia pulmonar). A dica é se hidratar bastante e mexer as pernas, com pequenas caminhadas ou o movimento de “sobe e desce” com o tornozelo e os pés.
 

UOL


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos