-
Esta página já teve 133.161.306 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.660 acessos diários
home | entre em contato
 

Clínica médica/Intensiva/Enfermagem

Prolactina, Hormônio de Crescimento e Cortisol em Pacientes Queimados: Associação com a Gravidade da Queimadura, Níveis de Citocina e Fatalidade

27/07/2004
 



 

Em um estudo publicado recentemente na Journal of Burn Care & Rehabilitation, os autores mensuraram os níveis de prolactina sérica (PRL), cortisol, hormônio de crescimento, interleucina (IL)-1 [beta], IL-6, IL-8, IL-10, IL-12 e fator de necrose tumoral-alfa (TNF alfa) em pacientes internados com queimaduras leves a moderadas.

 

Amostras do soro foram obtidas na internação de 49 pacientes queimados do sexo masculino com idades entre 18 e 91 anos, com acometimento da superfície corpórea total (SCT) de 0.001 a 60%. Níveis de PRL sérica, IL-8, IL-6 e IL-1 [beta] associaram-se positivamente à SCT, enquanto que apenas os níveis de IL-8 correlacionaram-se com a fatalidade. Cada um destes fatores aumentaram, pelo menos, duas vezes nas queimaduras de maior gravidade.

 

Houve um maior grau de variabilidade nos níveis de hormônio e de citocina nesta população de pacientes, a qual presumivelmente reflete níveis individuais de estresse, bem como de outras variáveis fisiológicas. Os autores também estudaram as relações entre níveis séricos hormonais e os níveis de citocina sérica. A análise de regressão linear revelou uma associação positiva significante entre o nível de PRL sérica e os níveis de IL-10, IL-6 e IL-8.

 

Os resultados indicam que a PRL responde à lesão de queimadura nos períodos iniciais e que um subgrupo de citocinas está envolvido na resposta inicial aos ferimentos de queimadura.

Serum Levels of Prolactin, Growth Hormone, and Cortisol in Burn Patients: Correlations with Severity of Burn, Serum Cytokine Levels, and Fatality - Journal of Burn Care & Rehabilitation - 2004; 25(3):306-313

Serum Levels of Prolactin, Growth Hormone, and Cortisol in Burn Patients: Correlations with Severity of Burn, Serum Cytokine Levels, and Fatality.
Journal of Burn Care & Rehabilitation. 25(3):306-313, May/June 2004.
Dugan, A. L. PhD; Malarkey, W. B. MD; Schwemberger, S.; Jauch, E. C. MD; Ogle, C. K. PhD; Horseman, N. D. PhD

Abstract:
In this study, we measured serum prolactin (PRL), cortisol, growth hormone, interleukin (IL)-1[beta], IL-6, IL-8, IL-10, IL-12, and tumor necrosis factor-[alpha] in patients admitted with small-to-moderate burn injuries. Serum samples were obtained at the time of admission from 49 adult male burn patients with ages ranging from 18 to 91 years and TBSA ranging from 0.001 to 60%. The levels of serum PRL, IL-8, IL-6, and IL-1[beta] correlated positively with the TBSA, whereas only serum IL-8 levels correlated positively with fatality. Each of these factors were increased at least 2-fold at the higher burn severity. Not surprisingly, there was a large degree of variability in the hormone and cytokine levels in this patient population, which presumably reflects individual levels of stress, as well as other physiological variables. We also studied relationships between serum hormone levels and serum cytokine levels in this context. Linear regression analysis revealed a significant positive correlation between the serum PRL level and the levels of IL-10, IL-6, and IL-8. These results indicate that PRL responds to burn injury at early time points and that a subset of cytokines are involved in the early response to burn injury.


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos