-
Esta página já teve 134.598.161 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.670 acessos diários
home | entre em contato
 

Gravidez/Parto/Obstetrícia

Alterações Fisiológicas Nasais durante a Gravidez

29/09/2004
 



 

A rinite na gravidez tem sido previamente investigada com resultados variáveis. Este estudo, recentemente publicado na revista Clinical Otolaryngology and Allied Sciences, examinou todas as variáveis das vias aéreas nasais simultaneamente pela primeira vez.

 

Dezoito mulheres foram recrutadas no primeiro trimestre da gravidez e foram acompanhadas através do período pós-parto para monitorar as alterações que ocorreram. As medidas das vias aéreas nasais incluíram rinoscopia anterior (RA), pico de fluxo nasal inspiratório, rinometria acústica, rinomanometria anterior (RMA) e teste de sacarina com índices de questionários sobre rinite fornecendo uma medida sintomática. 

 

Todos os testes mostraram uma tendência consistente com a diminuição da patência nasal quando expressos como uma média para o grupo como um todo, embora somente a RA, a RMA, o tempo de depuração (clearance) mucociliar e os índices dos questionários foram estatisticamente significativos (P 0,05).

 

Os autores concluíram que estes resultados confirmam o efeito da gravidez na mucosa nasal e coincidem com o aumento na concentração sérica dos hormônios sexuais femininos com a idade gestacional, retornando ao normal no pós-parto. Afirmaram ainda que o antagonismo farmacológico de estrógenos pode, portanto, aliviar a congestão nasal e está correntemente sob pesquisa adicional.

Nasal physiological changes during pregnancy - Clinical Otolaryngology and Allied Sciences; 2004; 29 (4): 343-351.

Investigation and endoscopic treatment for functional and anatomical obstruction of the nasolacrimal duct system

P.J. Wormald
A. Tsirbas

 
 

Abstract

The purpose of this study was to assess the results of endonasal DCR in patients with a functional obstruction of the nasolacrimal system. The study design was a prospective non-randomized interventional case series. A prospective series of 102 consecutive endoscopic DCRs were evaluated with preoperative dacrycytography (DCG) and lacrimal scintillography. Evaluation of the DCG and scintillography allowed the patients to be classified as either having an anatomical or functional obstruction of the nasolacrimal system. The powered endoscopic DCR was performed between January 1999 and December 2001. Patients were followed up for a minimum of 12 months after surgery. In the 70 powered endoscopic DCRs for anatomical obstruction, 68 (97%) have remained asymptomatic with a free flow of fluorescein from the conjunctiva to the nose. In the patients who were classified as having a functional obstruction, 27 of 32 were asymptomatic (84%) with a free flow of fluorescein into the nose. To conclude, powered endoscopic DCR produces excellent results in patients with anatomical obstruction and good results in patients with functional obstruction of the nasolacrimal system.

Article Type: Original Article
Page range: 352 - 356

   


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos