-
Esta página já teve 133.085.958 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.664 acessos diários
home | entre em contato
 

Tóxicos/Intoxicações

Fabricantes têm 120 dias para modificar fórmula de inseticidas

31/10/2004


Componente presente nesses produtos oferece risco à saúde. Substância pode causar problemas no sistema nervoso central
O clorpirifós é uma substância perigosa presente em inseticidas. O contato constante do ser humano com esse componente pode afetar o sistema nervoso central e causar problemas neurológicos. Os produtos que contém essa substância estão proibidos de serem comercializados desde agosto. Este mês, a Anvisa estabeleceu prazo de 120 dias para que as indústrias proprietárias dos produtos substituam o ingrediente de alto risco à saúde.A medida vale para os inseticidas de uso doméstico (venda livre) e para aqueles utilizados por empresas especializadas em interior de instalações, edifícios públicos ou coletivos e em ambientes semelhantes. 
A empresa que não cumprir a determinação terá automaticamente o registro do produto cancelado pela Anvisa. A Agência proibiu o uso do produto químico com base em estudos nacionais e internacionais que demonstraram o perigo oferecido pelos inseticidas. “Desde 1999, essa substância vem sendo reavaliada no resto do mundo”, recorda a gerente de Saneantes da Anvisa, Tânia Pich. “A partir dos resultados dessas pesquisas, constatou-se a necessidade de restrição ao uso do clorpirifós nos inseticidas”, assinala.
Embora ainda não tenha sido registrado nenhum caso de contaminação pelo uso dos inseticidas com clorpirifós no Brasil, a ação da Anvisa tem como objetivo evitar que surjam problemas causados pelas ações neurotóxicas do componente. Só será permitida a comercialização dos inseticidas com clorpirifós no formato porta-isca, embalagens com dispositivos de segurança que protegem crianças e animais contra a exposição aos efeitos tóxicos.
O clorpirifós pertence ao grupo químico dos organofosforados. Esse grupo ataca o sistema nervoso central e causa deficiência na função cognitiva. Os efeitos podem atrapalhar o desenvolvimento das crianças. Antes da proibição, usava-se o clorpirifós nos ambientes domésticos. Os inseticidas eram vendidos nos formatos líquido, em pó e em grânulos.
 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos