Neurologia/Neurociências - Doença de Alzheimer-imagens
Esta página já teve 115.719.724 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.704 acessos diários
home | entre em contato
 

Neurologia/Neurociências

Doença de Alzheimer-imagens

12/11/2004

 
 

            A doença de Alzheimer é uma forma de demência de causa desconhecida, cuja incidência aumenta sensivelmente após os 65 anos, atingindo quase a metade dos indivíduos acima de 85 anos. Cerca de 5 a 10% dos casos são familiais, o restante esporádicos.

Quadro clínico.  Há perda insidiosa das funções mentais superiores, alterações progressivas no humor e comportamento, perda de memória, desorientação e dificuldade para falar. A evolução dura de 5 a 10 anos, levando a uma profunda demência. 

Alterações neuropatológicas.  Há deposição no tecido nervoso central de material amilóide em três localizações diferentes: no citoplasma de neurônios, constituindo as alterações neurofibrilares;  no tecido entre os corpos celulares dos neurônios (neurópilo) formando as placas senis; e em vasos da leptomeninge ou do parênquima cerebral (angiopatia amilóide). 

Patogênese.  Ocorre perda gradual e irreversível dos neurônios, levando a atrofia cerebral difusa. A diminuição numérica dos neurônios e a formação de placas senis no neurópilo levam à redução das conexões interneuronais (perda de sinapses), resultando em demência progressiva e irreversível. 

Natureza do amilóide.  O amilóide das placas senis é constituido da proteína beta ou A4.  Esta é um fragmento de uma proteína precursora muito maior, APP, que atravessa a membrana celular, e é codificada no cromossomo 21. A função desta proteína é  discutida, mas poderia ser um receptor de superfície.  É de grande interesse que pacientes portadores de síndrome de Down, ou trissomia do cromossomo 21, apresentam alterações neuropatológicas semelhantes às da doença de Alzheimer se ultrapassam os 45 anos. Isto sugere que uma maior produção da proteína precursora por dosagem excessiva do gene possa causar as lesões.

Já o amilóide das alterações neurofibrilares é de outra origem, derivado da proteína tau, uma proteína reguladora da polimerização dos microtúbulos.


 
ATROFIA  CEREBRAL
Doença de Alzheimer. Aspecto macroscópico do cérebro.  Atrofia difusa dos hemisférios cerebrais, envolvendo córtex e substância branca, e evidente através da dilatação simétrica dos ventrículos laterais (hidrocefalia). A hidrocefalia é dita 'ex vacuo' porque ocorre secundariamente à atrofia, ou seja os ventrículos se dilatam para preencher um vazio. Geralmente a atrofia na doença de Alzheimer afeta predominantemente os lobos frontais e temporais. 
ALTERAÇÕES  NEUROFIBRILARES
Doença de Alzheimer. Alterações neurofibrilares. 
Há deposição de amilóide no interior dos neurônios na forma de filamentos, que gradualmente substituem todas as organelas levando à morte celular. O processo envolve um número cada vez maior de neurônios. Na fig. da D. o corte foi impregnado pela prata, e as alterações neurofibrilares aparecem em negro.  Há neurônios não afetados ao lado de outros totalmente substituidos pelo material filamentoso.  Na fig. em cima, o corte foi corado pelo vermelho do Congo e examinado em luz polarizada. As alterações neurofibrilares são brilhantes, em forma de chama de vela. Também há neurônios não afetados (azul escuro).
PLACAS  SENIS
As placas senis são lesões no neurópilo (o tecido entre os corpos celulares dos neurônios). Há depósito de substância amilóide, que pode ser visível já na HE (como nesta foto de córtex cerebral). Há também espessamento e tortuosidades dos dendritos e axônios nas proximidades do depósito, que podem ser demonstrados com impregnação pela prata (ver figs. abaixo). 
PLACAS  SENIS  IMPREGNADAS  PELA  PRATA
PLACA  SENIL CORADA POR VERMELHO DO CONGO
A MESMA, VISTA EM LUZ POLARIZADA
AMILOIDOSE  EM  VASOS  CEREBRAIS

Vasos da leptomeninge corados por vermelho do Congo e examinados em luz comum.
O mesmo campo em luz polarizada

  www.fcm.unicamp.br


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~