AIDS / HIV -
Esta página já teve 132.453.644 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.707 acessos diários
home | entre em contato
 

AIDS / HIV

Níveis de IgE em Pacientes com Tuberculose em Locais de Elevada Prevalência de HIV e Parasitoses Intestinais

23/11/2004
 

A tuberculose permanece um grande problema de saúde em todo o mundo na era do HIV/SIDA. A co-infecção com parasitas intestinais apresenta pior prognóstico da infecção pela polarização da resposta imune através de Th2.

 

Em um artigo publicado recentemente na Clinical and Experimental Immunology,  os autores investigaram os níveis séricos de IgE de 241 pacientes com tuberculose e compararam  os perfis de IgE dos pacientes que apresentavam tuberculose com e sem infecção intestinal por helmintos e/ou  infecção por HIV.

 

Os níveis séricos de IgE nos pacientes tuberculosos antes do início do tratamento antimicrobiano foram 1722 ± 1290 IU/ml (média ± DP) em HIV soronegativos e 2366 ± 1849 IU/ml em HIV soropositivos. Além do mais, o nível de IgE foi significativamente maior nos pacientes co-infectados com helmintos intestinais e HIV comparados àqueles infectados com helmintos ou sem co-infecção (P < 0·05). O tratamento para a tuberculose reduziu significativamente os níveis séricos de IgE em pacientes com tuberculose HIV negativos (P < 0·05).

Os autores concluíram que estes achados poderiam indicar um papel ativo da terapia na mudança da resposta imune através de Th1 a qual é crucial para o prognóstico de pacientes com tuberculose.

Serum IgE levels of tuberculosis patients in a tropical setup with high prevalence of HIV and intestinal parasitoses - Clinical and Experimental Immunology Volume 138: Issue 1 Page range: 122 - 127

Serum IgE levels of tuberculosis patients in a tropical setup with high prevalence of HIV and intestinal parasitoses

A. KASSU
A. MOHAMMAD
Y. FUJIMAKI
F. MOGES
D. ELIAS
F. MEKONNEN
G. MENGISTU
M. YAMATO
Y. WONDMIKUN
F. OTA

 
 

Abstract

Tuberculosis remains a major health problem worldwide in the era of HIV/AIDS. Co-infection with intestinal parasites has been suggested to worsen the outcome of infection by polarizing the immune response towards Th2. This study investigated serum IgE levels of 241 tuberculosis patients and compared the IgE profiles in the tuberculosis patients either with or without intestinal helminthic infection and/or HIV infection. The serum levels of IgE in tuberculosis patients before initiation of antimycobacterial chemotherapy were found to be 1722 ± 1290 IU/ml (Mean ± SD) in HIV seronegatives and 2366 ± 1849 IU/ml in HIV seropositives. Further, the IgE level was significantly higher in patients coinfected with intestinal helminthes and HIV compared to those infected with helminthes or without coinfection (P < 0·05). Anti-tuberculosis chemotherapy significantly reduced serum IgE levels in HIV seronegative tuberculosis patients (P < 0·05). These findings might indicate an active role of therapy in shifting the immune response towards Th1 which is crucial for prognosis in tuberculosis patients.

Article Type: Original Article
Page range: 122 - 127

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos