Nutrologia/Alimentos/Nutrição - Berinjela e o colesterol
Esta página já teve 113.926.790 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.869 acessos diários
home | entre em contato
 

Nutrologia/Alimentos/Nutrição

Berinjela e o colesterol

01/02/2005
O efeito protetor da berinjela
Imprimir Recomendar

Um dos maiores riscos para o desenvolvimento das doenças cardiovasculares é o elevado nível de colesterol no sangue, conhecido como hipercolesterolemia.

Os mecanismos envolvidos na redução da mortalidade por doença coronária ocorrem quando há diminuição do colesterol plasmático, recuperação dos estragos das paredes das artérias causados pela placa de gordura e a estabilização do quadro. Tal situação é mais importante do que aumentar o diâmetro da artéria entupida com a placa de gordura.

Diante desses fatos é importante reduzir o colesterol plasmático e proteger as paredes das artérias para prevenir ou controlar a doença aterosclerótica, que pode ser feito com medicamentos ou com alimentos.

O suco da berinjela

O suco de berinjela ingerido duas ou três vezes ao dia tem mostrado ser efetivo em reduzir o colesterol do sangue. E mais: ajuda a diminuir o peso corporal, os triglicérides e as LDL-colesterol (mau colesterol).Tal quadro foi obtido em um estudo com animais realizado nas Faculdades de Ciências Médicas da Universidade de Campinas de São Paulo.

O suco era preparado com 100 g de berinjela e 70 ml de água batidos no liquidificador por 5 minutos. O resultado é uma bebida com 7 calorias e 0,5 g de fibras.

Depois de 15 dias recebendo esta preparação observou-se:

  1. Redução de 19% do colesterol plasmático.
  2. Dimunuição das LDL em  29%.
  3. Redução dos triglicérides em 38%.

Os pacientes hipertensos também são beneficiados com o suco de berinjela preparada com o suco de laranja e com a vantagem de reduzir o colesterol plasmático e as fração LDL.

A berinjela e o Azeite de Oliva Espanhol

A berinjela é uma planta da família das solanáceas, rica em vitaminas A, B1, B2, C e niacina.

O seu efeito em reduzir o colesterol plasmático se dá pela inibição na absorção desta substância. Acredita-se que algum componente da berinjela liga-se com os sais biliares essenciais na absorção intestinal do colesterol.

A presença da niacina, também, pode influir na redução do colesterol plasmático. Já a explicação para a redução do peso observado com o consumo do suco da berinjela é dada pelo elevado teor de fibras deste alimento.

A berinjela e o azeite de oliva

Os estudos com a berinjela ainda continuam, os especialistas na área acreditam que ela tem muito a contribuir para controlar as taxas de colesterol e a prevenir as doenças cardiovasculares. Na realidade, a berinjela representa um tratamento alternativo e de baixo custo para as hipercolesterolemias, melhorando o perfil plasmático do colesterol e do LDL.


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos