Imunologia/Imunidade -
Esta página já teve 133.086.004 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.664 acessos diários
home | entre em contato
 

Imunologia/Imunidade

Mecanismos responsáveis pela quebra da auto tolerância

07/02/2005
 
MECANISMOS BASICOS 
Importância
OCORRÊNCIA
1. Deleção incompleta de clones auto-reativos  
Expressão de alelos MHC específicos que podem influenciar a seleção positiva e negativa de células T
2. Estímulo aberrante de linfócitos auto reativos, normalmente anérgicos à auto Ag:  
Normalmente não reativos à Ag próprios podem ser estimulados por reação cruzada ou por ativadores policlonais (LPS)(estimulação mediada independentemente de Ag R)
    a. Exposição de Ag seqüestrados
não é causa importante de AI
Ag de cérebro (MBP), espermatozóides, lente, caseína a do leite
    b. Exposição de epitopos ocultos 
 
Erythrocyte band 3, molécula de IgG na Artrite reumatóide, Imunoconglutininas
    c. Mimetização antigênica entre Ag próprios e estranhos;   
    Ac com reação cruzada 
Muito importante
Mycoplasma hyopneumoniae/mycoides vs pulmão; Mycobacterium tbc vs proteoglicanos na cartilagem articular;
Estreptococos b-hemolíticos vs miofibras cardíacas e fibroblastos valvulares (Febre reumática).
    d. Expressão aberrante de Ags Ia  em MHC II permitindo a interação com Thelper (Auto Ag não mais silencioso imunologicamente)
 
Doença endócrina autoimune órgão especifica:
tireoidite autoimune, diabete mellitus
3. Falha da regulação imunológica de linfócitos auto reativos com perda dos mecanismos da anergia normal -:  
Mecanismos regulatórios aberrantes ou não funcionais
    a. Função anormal de Células T 
Muito importante
Ý função da célula THelper (Complexo de Ag próprios com drogas ou micróbios - "Anemia hemolítica autoimune induzida por drogas");
ß função da célula Supressora (LES, Cirrose Biliar Primaria, Tireoidites, AR, Myasthenia Gravis)
Desequilíbrio do sistema idiotipo-anti idiotipo (Ac anti insulina ou anti Receptor do TSH)
    b. Ativação Policlonal de Células B
 
Alguns micróbios e seus produtos (endotoxinas) suplantam as células T tolerantes e ativam células B diretamente
Vírus de Epstein Barr pode estimular Células B diretamente pois Células B possuem R p/ EBV 

 

· Ativadores Policlonais: LPS/Células B; SuperAg/ Células T - pode estimular grande população de Células T

· Micróbios podem desencadear autoimunidade por Mimetização Molecular, por Exposição de Ag ocultos (após lesão) e por expressão aberrante de Ag Ia em MHC II permitindo a interação com Thelper (Ag próprios não mais silenciosos imunologicamente).

 

Mecanismos Indutores de Auto Imunidade
Mecanismos Efetores da Auto Imunidade
Relacionados com o Ag:   · Vazamento de Ag internos (seqüestrados) 
 
· Mimetização Molecular   

· Ag Tolerado carreado por um "carreador não tolerado" (Ag próprio alterado)   

· Ag próprio + determinante estranho   

· Auto Ag tumoral
Células B - Auto Ac:   · Ac IgG
   
· Lise mediada por C'  

· Opsonização  

· ADCC  

· Ac Anti Receptor (Bloqueador ou estimulador)  

· Formação de Imuno Complexos (Local ou Circulantes)
Relacionados com a célula apresentadora de Ag (APC):   · Ag próprio + maior expressão de MHC II ("Ectopica")  CTL:   · Citólise especifica 
Relacionados com a Regulação da Tolerância:   · Não deleção de clones auto reativos (seleção negativa deficiente)  


· Supressão Deprimida ou "suprimida"   

· Ativação policlonal   

· Falha no controle de Anti idiotipos   

· Falha no tolerância periférica (anergia periférica deficiente)
Thelper e Linfocinas:   · Linfocinas: TNF, Linfotoxina, IFNg  
Maior Expressão de MHC classe I e classe II  

· Formação do Granuloma

 


www.icb.ufmg.br


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos