-
Esta página já teve 133.160.264 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.659 acessos diários
home | entre em contato
 

Cirurgia Plástica

Cirurgia plástica de rejuvenescimento da face

04/03/2005

 

As opiniões de outros especialistas podem diferir um pouco, mas no geral há certa unanimidade, pois estão baseadas em preceitos ditados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica que se constitui em uma importante fonte de informações deste texto.

 

 

 

Indicação: Atualmente a tendência é de se intervir no envelhecimento facial mais precocemente à medida que os problemas aparecem ao invés de aguardar um grande envelhecimento para a intervenção. Resolvendo assim os sinais do tempo à medida que aparecem, o aspecto jovial persiste mais e os procedimentos são menores, menos agressivos, com cicatrizes menos aparentes, recuperação mais tranqüila e menos evidentes, ou seja, as pessoas vão notar que você está bem, com um aspecto rejuvenescido, mas muito natural.

Apesar de parecer óbvio, alguns pacientes acreditam que, através da cirurgia plástica ou de alguns procedimentos considerados “milagrosos” pela mídia distorcida, pode-se transformar uma face de 50 anos em outra de 20 anos, como mágica. A cirurgia da face, pescoço e pálpebras retarda visualmente o processo de envelhecimento desses territórios. Retarda mas não interrompe o processo evolutivo do organismo. Dependendo de cada caso, o médico pode propor diferentes procedimentos como a cirurgia em si que está indicada para tracionar pele e músculos da face dependendo da região a ser abordada, associada ou não à Cirurgia Plástica das Pálpebras ou procedimentos estéticos associados, como toxina botulínica, peelings, laser, preenchimentos, dermoabrasão, etc., tudo visando a um rejuvenescimento mais natural e harmônico. Nesta sessão discutirei apenas o procedimento cirúrgico facial, os demais serão explanados em outras sessões, principalmente na de Medicina Estética.

 

Antes da Cirurgia: Avisar se apresentar gripe, indisposição ou quaisquer outras intercorrências por ocasião da data da cirurgia.

Não beber e não tomar medicamentos por uma semana antes da cirurgia a não ser os prescritos pelo médico. Não tomar antiinflamatórios por no mínimo 15 dias antes da cirurgia.

Internar-se no hospital determinado no mínimo uma hora antes do horário previsto, em jejum absoluto de 8 horas (não ingerir nem água) e portando os exames pré-operatórios.

Programe-se de forma a não se tornar indispensável de afazeres pessoais por aproximadamente 15 dias. 

 

 Risco de Complicações: Raramente a cirurgia plástica de rejuvenescimento facial sofre complicações sérias. Isto se deve ao fato de se preparar devidamente cada paciente com criteriosos exames e avaliação pré-operatória, além de ponderarmos sobre a conveniência de associação desta cirurgia, simultaneamente a outras. O perigo não é maior ou menor que viajar de avião, automóvel, ou atravessar uma via pública.

Geralmente não é uma cirurgia dolorosa desde que você obedeça às instruções médicas,

principalmente nos cuidados nos primeiros dias.

    

Anestesia: Anestesia geral ou local com sedação a critério do cirurgião e do anestesista, de acordo com o exame físico, psicológico e laboratorial do paciente.

Duração da Cirurgia: Em caso de cirurgia completa, envolvendo face, pálpebras e pescoço, o ato cirúrgico poderá se estender a 2 ou 3 horas, dependendo do caso. O importante é se conseguir o melhor resultado e simetria possíveis.

 

Cicatrizes:Os cabelos são cortados somente naquelas áreas onde o excesso de pele é retirado. No pós-operatório imediato este inconveniente poderá ser perfeitamente disfarçado com penteado adequado.

A nossa preocupação é a de obter o melhor resultado com a menor cicatriz possível. Todas as suas dúvidas quanto à cicatrização e ao tamanho da cicatriz no seu caso específico devem ser esclarecidas antes da cirurgia, no período da consulta pré-operatória, não deixe de fazer perguntas quanto às suas dúvidas. Além disso, cada paciente comporta-se diferentemente de outro, em relação à evolução das cicatrizes, podendo, mesmo, em certos casos, tornar-se praticamente invisível o seu vestígio.

 De qualquer forma o acompanhamento da cicatriz é muito importante, portanto não falte aos retornos para que se possa intervir prontamente caso haja indícios de evolução não favorável da cicatriz.

      

Pós-operatório: Você não deve se esquecer que, até que se consiga atingir o resultado almejado, diversas fases evolutivas são características deste tipo de cirurgia. Assim é que inchaço, “manchas” de infiltrado sanguíneo, hipersensibilidade de algumas áreas, insensibilidade de outras, são comuns a todos os pacientes; evidentemente, alguns pacientes apresentarão estes fenômenos com maior ou menor intensidade que outros. Isto será temporário e tenderá a desaparecer Lembre-se que nenhum resultado de cirurgia de rejuvenescimento facial deverá ser avaliado antes dos seis meses pós-operatórios.

Geralmente são utilizados curativos secos. O grande curativo é retirado em torno das primeiras 24 horas, podendo ficar apenas um curativo leve sobre as cicatrizes residuais, após esse período, portanto não deve ser retirado sem consulta com seu médico. Se forem deixados drenos não se pode umedecer a área exposta. Poderá ser recomendada a aplicação de compressas de algodão embebido em água fria sobre os olhos, ou conduta similar, que podem ser trocadas conforme o paciente o deseje. Isto diminui a intensidade do edema pós-operatório sobre os olhos.

A maioria dos pontos das pálpebras é removida após 48 a 72 horas. Os remanescentes (face, pescoço, couro cabeludo), entre sete e 12 dias. Devem ser observados todos os cuidados de higiene recomendados.

 

O pós-operatório da cirurgia de face é doloroso? O pós-operatório geralmente não apresenta problema de dores, desde que o(a) paciente observe as recomendações do cirurgião. Ocasionalmente poderá ocorrer discreta dor, que poderá ser perfeitamente sedada com analgésico de linha comum.

 

Este texto trata-se de uma introdução sobre o tema não pretendendo esgotar suas dúvidas. Caso queira se aprofundar mais no tema procure o seu médico de confiança ou, se preferir, entre em contato com o e-mail elodiaavila@uol.com.br e terei grande prazer em procurar esclarecer suas dúvidas.

 

Dra. Elódia Ávila


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos