Imunologia/Imunidade -
Esta página já teve 133.085.834 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.664 acessos diários
home | entre em contato
 

Imunologia/Imunidade

O que é Fadiga?

26/03/2005

Fadiga é a sensação de fraqueza, falta de energia e exaustão. A fadiga dificulta a realização das suas atividades diárias. Sensação de incapacidade, falta de motivação e diminuição de libido (desejo sexual) também podem ser sintomas de fadiga. Existem muitas causas de fadiga.

Causas

Possíveis causas físicas que necessitam de cuidados médicos:

  • Síndrome da fadiga crônica. A fadiga dura pelo menos 6 meses.
  • Lúpus
  • Esclerose múltipla
  • Hipotiroidismo
  • Leucemia
  • Doenças cardíacas
  • HIV/AIDS
  • Anemia
  • Uso abusivo de álcool ou drogas
  • Enxaqueca
  • Depressão

    Outras causas físicas incluem:

  • Falta de sono
  • Dieta rigorosa ou pouca alimentação, o que resulta em deficiência de vitaminas e minerais
  • Efeito colateral de medicamentos ou sensibilidade a agentes químicos
  • Morar ou trabalhar em ambientes úmidos e quentes
  • Efeito prolongado de gripes ou resfriados fortes

    Possíveis causas emocionais:

  • Exaustão
  • Tédio
  • Mudanças (enfrentar situações de crise ou decisões como divórcio ou aposentadoria)
  • Ansiedade

Tratamento

O primeiro passo é identificar a causa da fadiga. Por exemplo, se a fadiga for consequência de anemia por deficiência de ferro, o tratamento será repor os estoques de ferro e tratar a causa da sua deficiência. É importante perceber quais os outros sintomas que acompanham a fadiga, para que tanto as causas físicas como as emocionais possam ser identificadas e tratadas.

Perguntas a fazer

    Algum dos problemas abaixo ocorre com a fadiga?

    - Dor e aperto no peito (que pode espalhar-se para o ombro, braço, pescoço, queixo e mandíbula)
    - Desconforto no peito com: respiração curta ou dificuldade para respirar, náusea, vômito, suor, pulso ou batimento cardíaco irregular, ou a sensação de morte iminente
    - Perda de equilíbrio ou fraqueza, principalmente em uma parte ou um lado específico do corpo
    - Pensamentos suicidas

    seta_sim.gif (1030 bytes) img_socorro.gif (1741 bytes)

    seta_nao.gif (1054 bytes)

    Além da fadiga, você sente algum dos problemas abaixo?

    - Perda de peso ou de apetite
    - Olhos e pele amarelados (icterícia)
    - Visão embaçada ou dupla
    - Vômitos
    - Ansiedade sem conseguir se acalmar

    seta_sim.gif (1030 bytes) img_socorro.gif (1741 bytes)

    seta_nao.gif (1054 bytes)

    Além da fadiga, você sente dois ou mais dos sintomas abaixo?

    - Inchaço de gânglios (íngua)
    - Dor de garganta
    - Dor de cabeça
    - Inchaço doloroso no pescoço, axilas ou virilhas
    - Febre
    - Suor noturno
    - Sede ou urina em excesso

    seta_sim.gif (1030 bytes) img_socorro.gif (1741 bytes)

    seta_nao.gif (1054 bytes)

    Você tem ou já teve algum dos problemas abaixo?

    - Artrite (dor nas juntas) ou reumatismo por mais de 3 meses
    - Pontas dos dedos pálidas, dormentes ou desconfortáveis no frio
    - Aftas por mais de 2 semanas
    - Anemia (baixo número de glóbulos vermelhos), diminuição dos glóbulos brancos ou das plaquetas
    - Vermelhidão nas maçãs do rosto por mais de 1 mês
    - Aparecimento de manchas vermelhas na pele após tomar sol
    - Dor ao respirar fundo por mais de 2 dias
    - Desmaio Convulsão/ataque epilético

    seta_sim.gif (1030 bytes) img_socorro.gif (1741 bytes)

    seta_nao.gif (1054 bytes)

    Você começou a se sentir fadigado após iniciar o uso de algum medicamento?

    seta_sim.gif (1030 bytes) img_socorro.gif (1741 bytes)

    seta_nao.gif (1054 bytes)

    Para mulheres;

    a fadiga apareceu junto com o início da menopausa, após a menopausa, ou existe a possibilidade de estar grávida? A fadiga se prolongou por mais de 2 semanas e lhe impediu de realizar suas atividades diárias, sem nenhum motivo aparente?

    seta_sim.gif (1030 bytes) img_socorro.gif (1741 bytes)

    seta_nao.gif (1054 bytes)

    A fadiga se prolongou por mais de 2 semanas e lhe impediu de realizar suas atividades diárias, sem nenhum motivo aparente?

    seta_sim.gif (1030 bytes) img_socorro.gif (1741 bytes)

    seta_nao.gif (1054 bytes)

    img_autocuidado.gif (1688 bytes)

Dicas de autocuidado

Dependendo da causa de sua fadiga, as medidas abaixo poderão ajudar a restaurar sua energia:

  • Coma melhor: comer demais ou dietas radicais são atitudes cruéis com o seu corpo.
  • Não pule o café da manhã.
  • Evite alimentos ricos em gordura e/ou açúcar.
  • Coma alimentos ricos em fibras (frutas e verduras cruas, cereais, etc.) todos os dias.
  • Evite refeições muito espaçadas; é aconselhável fazer 5 a 6 menores por dia em vez de 3 grandes refeições.
  • Faça mais exercícios - o exercício físico pode lhe dar mais energia, principalmente se você trabalha sentado durante todo o dia.
  • O exercício também pode acalmá-lo.
  • Se você se sente cansado, tente fazer caminhadas ao ar livre. Isso poderá ajudá-lo.
  • Refresque-se - trabalhar com tempo quente e úmido pode lhe derrubar.
  • Morar ou trabalhar em locais sem ar fresco também é ruim.
  • Descanse em local fresco e seco sempre que puder
  • Beba muita água.
  • Abra as janelas quando possível.
  • Descanse e relaxe - uma boa noite de sono pode fazê-lo sentir-se bem melhor.

Porém você também pode relaxar durante o dia. Faça pequenos intervalos durante o dia de trabalho. Pratique meditação e técnicas de respiração para relaxar. Mude sua rotina - tente fazer algo novo e interessante a cada dia. Se você já faz muitas coisas, reserve um tempo para ficar em paz e quieto. Diminua sua carga de trabalho - quando possível, delegue parte de suas funções a outras pessoas, tanto em casa como no trabalho. Quando precisar, peça ajuda aos amigos e familiares. Se necessário, contrate alguém para ajudá-lo. Faça algo para você - reserve tempo para fazer coisas que preencham apenas as suas necessidades e vontades, que lhe dêem prazer. Evite cafeína e álcool em excesso, e não use drogas - estas substâncias podem desencadear a fadiga.

LINCX


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos