Geriatria/Gerontologia/Idoso -
Esta página já teve 133.162.643 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.660 acessos diários
home | entre em contato
 

Geriatria/Gerontologia/Idoso

Depressão no idoso

26/03/2005

A depressão é uma doença que precisa ser avaliada por um médico

De forma geral a depressão pode apresentar os seguintes sintomas:

  • Tristeza profunda;
  • desânimo;
  • diminuição importante de interesses e atividades anteriores;
  • alterações no apetite;
  • alterações no sono;
  • dores e mal-estar físico;
  • irritabilidade;
  • dificuldade de concentração e de memória.

    A depressão pode causar um forte impacto na relação familiar e afetar a qualidade de vida.

Fatores que facilitam a depressão:

  • doenças físicas e cerebrais;
  • doenças crônicas que levam à incapacidade física;
  • medicação inadequada;
  • perdas financeiras;
  • diminuição do contato com familiares;
  • perdas de pessoas queridas.

O tratamento da depressão

As depressões moderadas ou graves podem ou não necessitar de medicação. Cabe ao médico avaliar o tipo de tratamento.

Cada pessoa tem uma indicação específica. Para tratar a depressão no idoso pode-se usar formas de tratamento:

Psicoterapia individual ou em grupo
Ajuda ao idoso a lidar com os conflitos

Atividade física
Ajuda a manter o bem-estar físico e mental, melhora o apetite e o sono.

Terapia ocupacional
Colabora com a socialização e motiva o desenvolvimento de novos potenciais

Para o tratamento eficaz é importante a participação da família no tratamento.

Revista Premio Abramge de medicina 2000 saúde terceira idade.


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos