-
Esta página já teve 132.437.249 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.708 acessos diários
home | entre em contato
 

Notícias da Dra. Shirley

Açaí vendido no Amapá terá que ser lavado com produto químico

09/04/2005



Agencia Brasil

 

Macapá – Todo açaí vendido no Amapá terá que ser lavado com hipoclorito de sódio – substância que também é utilizada na limpeza de piscinas. A medida para melhorar a higiene no acondicionamento da fruta e preparo do vinho do açaí foi anunciada hoje (6) pelo secretário Estadual de Saúde, Uilton Tavares.

A ação foi adotada em função das suspeitas de que os casos de doença de chagas no estado Chagas tenham sido ocasionados pela ingestão do açaí . Pessoas em Santa Catarina foram contaminadas pela ingestão de caldo de cana que havia sido moída junto com o agente transmissor - o inseto conhecido como barbeiro -, ou suas fezes.

Até agora, 29 casos da doença foram registrados na capital do Amapá, 26 deles na Área de Proteção Ambiental do Distrito de Fazendinha, na localidade do Igarapé da Fortaleza.

Técnicos da vigilância epidemiológica vão desenvolver uma campanha educativa junto aos proprietários de amassadeiras da fruta. A proposta é ensinar a nova técnica de lavagem com o uso do hipoclorito de sódio, que também é utilizado no combate a cólera e será doado aos donos de amassadeiras pela Secretaria Estadual de Saúde.

"Sabemos que o açaí não transmite a doença, mas pode servir de via de contaminação se não forem adotados cuidados fundamentais, como a seleção e lavagem do fruto antes dele ser levado à batedeira", informou Uilton.

A Vigilância Epidemiológica afirmou que vai fazer uma fiscalização rigorosa, com o objetivo de adequar todos os pontos de venda de açaí aos padrões de higiene.


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos