Geriatria/Gerontologia/Idoso -
Esta página já teve 133.162.594 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.660 acessos diários
home | entre em contato
 

Geriatria/Gerontologia/Idoso

Resultados clínicos da liberação do túnel do carpo em pacientes com 65 ou mais anos de idade

21/04/2005
 


 

Alguns cirurgiões de mão perceberam uma crença entre médicos e pacientes que a liberação do túnel do carpo (CTR) é menos efetiva e causa mais morbidade em pacientes com 65 ou mais anos de idade.

 

Pacientes desta faixa etária com síndrome do túnel do carpo para os quais a liberação foi indicada foram estudadas retrospectivamente. Todos os pacientes tiveram uma incisão palmar limitada e seguiram um protocolo padrão de reabilitação pós-operatóreo.

 

Os sinais e sintomas subjetivos e objetivos dos pacientes foram mensurados antes da cirurgia e após 6 meses de cirurgia. A sensibilidade na cicatriz e a satisfação do paciente também foram registradas. O questionário Michigan de Resultados para a Mão (The Michigan Hand Outcome Questionnaire) foi utilizado para determinar a função global da mão, atividades básicas diárias, performance no trabalho, dor, estética e satisfação com a função da mão.

 

Setenta e cinco pacientes com o total de 105 mãos operadas participaram do protocolo e o resultado do seguimento de seis meses esteava disponível para 92 mãos e 66 pacientes. A idade média dos pacientes era de 74 ± 6 anos.

 

O paciente era avaliado quanto a parestesias, perda da sensibilidade, dor diurna, dor noturna e déficits noturnos diminuíam significativamente de grave ou muito grave para leve ou cura. Com exceção de 2, todos os outros sinais de Tinel e um sinal de Phalen se tornaram negativos.

 

A discriminação sensitiva entre 2 pontos melhorou  de 6.4 ± 1.3 mm para 4.9 ± 1.1 mm. Tanto a força de agarramento quanto de pinça aumentaram (0.9 ± 7.4 kgf e 0.6 ± 2.5 kgf, respectivamente). O questionário Michigan de Resultados para a Mão confirmou uma melhora significativa na funcionalidade geral da mão, atividades básicas do quotidiano, dor e satisfação com a função da mão operada. 83% de pacientes se mostraram muito ou completamente satisfeitos com os resultados.

 

O estudo concluiu que pacientes de 65 anos ou mais idade se beneficiam objetivamente e apresentaram melhores resultados clínicos após a liberação do túnel do carpo (CTR). “A idade isoladamente não deve ser uma contra-indicação para o procedimento”, concluíram os pesquisadores.

Clinical outcomes of carpal tunnel release in patients 65 and older - Journal of Hand Surgery - January 2005, Volume 30, Number 1 Page 75

Clinical outcomes of carpal tunnel release in patients 65 and older

Robert A. Weber, MD a b c * [MEDLINE LOOKUP]
Malcolm J. Rude, MD a b c [MEDLINE LOOKUP]
Previous article in Issue
Next article in Issue
• View full-text version
• View print version (PDF)
Drug links from Mosby's DrugConsult
Genetic information from OMIM

   Abstract  TOP 

Purpose Some hand surgeons have encountered an attitude among referring physicians as well as patients that carpal tunnel release (CTR) is less effective and more morbid in older patients. The purpose of this study was to determine the efficacy of CTR in patients aged 65 and older.

Methods Patients 65 years of age or older with carpal tunnel syndrome for whom release was indicated were studied prospectively. All patients had a limited palmar incision CTR and a standardized postoperative rehabilitation protocol. The patients’ subjective and objective signs and symptoms were measured before surgery and at 6 months after surgery. Scar tenderness and patient satisfaction also were recorded. The Michigan Hand Outcome Questionnaire was used to determine overall hand function, activities of daily living, work performance, pain, aesthetics, and satisfaction with hand function.

Results Seventy-five patients (105 hands) were enrolled; 6-month follow-up data were available on 92 hands on 66 patients. The mean age was 74 ± 6 years. By patient report, paresthesias, numbness, day pain, night pain, and nocturnal numbness each decreased significantly from severe or very severe to mild or none. All but 2 of the Tinel’s signs and one of the Phalen’s signs became negative. The mean 2-point discrimination improved from 6.4 ± 1.3 mm to 4.9 ± 1.1 mm. Grip and pinch strength increased by 0.9 ± 7.4 kgf and 0.6 ± 2.5 kgf, respectively. The Michigan Hand Outcome Questionnaire confirmed a significant improvement in overall hand function, activities of daily living, pain, and satisfaction with hand function. Overall 83% of patients were either very or completely satisfied with their results.

Conclusions Patients 65 years of age or older objectively benefit and have improved clinical outcomes after CTR. Age alone should not be a contraindication to CTR.


   Publishing and Reprint Information  TOP 


 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos