AIDS / HIV -
Esta página já teve 132.476.426 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.702 acessos diários
home | entre em contato
 

AIDS / HIV

Alvos Terapêuticos para a Infecção pelo HIV-1

07/05/2005
 




Apesar do sucesso da HAART,  os pacientes freqüentemente interrompem o tratamento devido ao surgimento de efeitos colaterais. Além disso,  freqüentemente ocorre resistência viral, tornando uma ou mais drogas inefetivas. A identificação de novos alvos para terapia os quais não desenvolvam resistência é extremamente necessária.

 

Em um artigo publicado recentemente na revista Retrovirology,  para identificar proteínas celulares que podem estar aumentadas na infecção pelo HIV e desempenhar um papel na infecção,  os autores analisaram os efeitos da Tat sobre a expressão gênica da célula durante várias fases do ciclo celular.

 

As análises revelaram uma significante alteração na atividade transcriptional no ponto de parada e verificação G1/S. A Tat regula a expressão de uma variedade de genes,  bem como proteínas ligadas ao DNA,  receptores e proteínas de membrana. Utilizando o siRNA para intenrrompler (knock) a queda da expressão de vários genes alvos, os autores revelaram que uma proteína ligada ao Oct1/2,  uma proteína ligada ao HIV Ver,  ciclina A e PPGB,  uma catepsina que liga o NA, são importantes para a replicação viral após a indução de latência e de nova  infecção.

 

Com base numa exaustiva e rigorosa análise dos dados, os autores compilaram uma lista de produtos de genes que podem servir como potenciais alvos terapêuticos para a inibição da replicação do HIV-1.  Vários genes têm sido estabelecidos  como importante para a infecção e replicação do HIV-1,  incluindo o Pou2AF1 (OBF-1), fator H complementar,  receptor CD4,  ICAM-1,  NA e ciclina A1. 

 

Houve também vários genes cujo papel na associação à infecção pelo HIV não tem sido estabelecida e pode também serem  alvos terapêuticos novos e eficazes e portanto necessita-se de estudos posteriores.  Importantemente,  o alvo de certas quinases de proteínas celulares,  receptores,  proteínas de membrana e/ou citocinas/quimiocinas podem resultar em efeitos adversos. 

 

De acordo com os autores, se existe duas ou mais proteínas com funções similares, onde apenas uma proteína é crítica para a transcrição do HIV-1, e portanto, alvo, pode-se reduzir a chance de desenvolvimento de tratamentos com efeitos colaterais negativos.

Therapeutic targets for HIV-1 infection in the host proteome - Retrovirology – 2005; 2:20

Therapeutic targets for HIV-1 infection in the host proteome
Winnie S Liang* 2 , Anil Maddukuri* 1 , Tanya M Teslovich3 , Cynthia de la Fuente1 , Emmanuel Agbottah1 , Shabnam Dadgar1 , Kylene Kehn1 , Sampsa Hautaniemi4 , Anne Pumfery1 , Dietrich A Stephan2 and Fatah Kashanchi1, 5
1Department of Biochemistry and Molecular Biology, George Washington University School of Medicine, Washington, DC 20037, USA
2Neurogenomics Division, Translational Genomics Research Institute, Phoenix, AZ 85004, USA
3Institute for Genetic Medicine, Johns Hopkins Medical School, Baltimore, MD 21205, USA
4Institute of Signal Processing, Tampere University of Technology, PO Box 553, 33101, Tampere, Finland
5The Institute for Genomic Research, TIGR, Rockville, MD 20850, USA

Retrovirology 2005, 2:20     doi:10.1186/1742-4690-2-20

Published   21 March 2005

Abstract

Background

Despite the success of HAART, patients often stop treatment due to the inception of side effects. Furthermore, viral resistance often develops, making one or more of the drugs ineffective. Identification of novel targets for therapy that may not develop resistance is sorely needed. Therefore, to identify cellular proteins that may be up-regulated in HIV infection and play a role in infection, we analyzed the effects of Tat on cellular gene expression during various phases of the cell cycle.

Results

SOM and k-means clustering analyses revealed a dramatic alteration in transcriptional activity at the G1/S checkpoint. Tat regulates the expression of a variety of gene ontologies, including DNA-binding proteins, receptors, and membrane proteins. Using siRNA to knock down expression of several gene targets, we show that an Oct1/2 binding protein, an HIV Rev binding protein, cyclin A, and PPGB, a cathepsin that binds NA, are important for viral replication following induction from latency and de novo infection of PBMCs.

Conclusion

Based on exhaustive and stringent data analysis, we have compiled a list of gene products that may serve as potential therapeutic targets for the inhibition of HIV-1 replication. Several genes have been established as important for HIV-1 infection and replication, including Pou2AF1 (OBF-1), complement factor H related 3, CD4 receptor, ICAM-1, NA, and cyclin A1. There were also several genes whose role in relation to HIV-1 infection have not been established and may also be novel and efficacious therapeutic targets and thus necessitate further study. Importantly, targeting certain cellular protein kinases, receptors, membrane proteins, and/or cytokines/chemokines may result in adverse effects. If there is the presence of two or more proteins with similar functions, where only one protein is critical for HIV-1 transcription, and thus, targeted, we may decrease the chance of developing treatments with negative side effects.



IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos