-
Esta página já teve 132.458.758 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.708 acessos diários
home | entre em contato
 

Gravidez/Parto/Obstetrícia

Hipertermia Materna e Risco de Defeitos do Tubo Neural nos Descendentes: Revisão Sistemática e Meta-análise

18/05/2005
 



 

Em animais,  temperaturas corpóreas excessivas têm sido documentadas como causas de  malformações;  defeitos do tubo neural (DTN) estão entre as malformações mais freqüentemente relatadas.  Em humanos, os dados são inconclusivos e em geral conflitantes.  Em um artigo publicado recentemente na revista Epidemiology, os autores determinaram o risco de defeitos do tubo neural associados à hipertermia materna no início da gestação.

 

Foi feita uma revisão sistemática e uma meta-análise para avaliar a evidência deste tópico em humanos. Dados do MEDLINE,  EMBASE,  referências de artigos publicados e resumos de trabalhos biológicos de encontros foram buscados.  Os revisores avaliaram todos os artigos encontrados e extraíram dados relevantes. As odds ratios individuais e sumárias e os riscos relativos foram calculados através do método de Mantel-Haenszel.

 

Quinze estudos, relatando 1719 casos e 37.898 não casos,  foram incluídos na meta-análise.  A odds ratio geral para defeitos do tubo neural associada à hipertermia materna foi de 1.92 (95 % de intervalo de confiança = 1.61-2.29). Quando analisados separadamente, os nove estudos caso-controle apresentaram uma odds ratio de 1.93 (1.53-2.42). O risco relativo sumário para os seis estudos de Coorte foi de 1.95 (1.30-2.92).

 

Os autores concluíram que a hipertermia materna no início da gestação está associada ao aumento do risco de defeitos do tubo neural e pode ser um teratógeno humano.

Maternal Hyperthermia and the Risk for Neural Tube Defects in Offspring: Systematic Review and Meta-Analysis - Epidemiology – 2005; 16(2):216-219

Maternal Hyperthermia and the Risk for Neural Tube Defects in Offspring: Systematic Review and Meta-Analysis.
Epidemiology. 16(2):216-219, March 2005.
Moretti, Myla E. *; Bar-Oz, Benjamin +; Fried, Shawn *; Koren, Gideon *

Abstract:
Background: In animals, excessive core body temperatures have been documented to cause malformations; neural tube defects (NTDs) are among the most frequently reported. In humans, data are inconclusive and often conflicting. The objective of our report is to determine the risk for neural tube defects associated with maternal hyperthermia in early pregnancy

Methods: We conducted a systematic review and meta-analysis to evaluate available evidence on this topic in humans. MEDLINE, EMBASE, references from published reports, and biologic abstracts from meetings were searched for relevant studies. Reviewers evaluated all the retrieved articles and extracted the relevant data. Individual and summary odds ratios and relative risks were calculated using the Mantel-Haenszel method.

Results: Fifteen studies, reporting on 1,719 cases and 37,898 noncases, were included in the meta-analysis. The overall odds ratio for neural tube defects associated with maternal hyperthermia was 1.92 (95% confidence interval = 1.61-2.29). When analyzed separately, the 9 case-control studies had an odds ratio of 1.93 (1.53-2.42). The summary relative risk for the 6 cohort studies was 1.95 (1.30-2.92).

Conclusions: Maternal hyperthermia in early pregnancy is associated with increased risk for neural tube defects and may be a human teratogen.


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos