-
Esta página já teve 134.609.311 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.672 acessos diários
home | entre em contato
 

Gravidez/Parto/Obstetrícia

Transfusão Sanguínea Autóloga em Pacientes com Placenta Prévia

20/05/2005
 




Vários estudos têm mostrado que a conservação de sangue autólogo durante a gestação é relativamente segura para a mãe e o feto. No entanto,  a necessidade de reavaliação de transfusão de sangue autólogo em pacientes obstétricos tem sido proposta.

 

Em um artigo publicado recentemente na revista Acta Obstetricia et Gynecologica Scandinavica, os autores estudaram retrospectivamente casos de placenta prévia e placenta com baixa inserção durante um período de 18 anos,  1985-2002.  A utilidade do programa de transfusão de sangue autólogo, a qual iniciou em 1994 para aquelas com desordens posicionais placentárias, foi avaliada.

 

Das gestações revistas, houve 158 casos (1.9%) de placenta prévia ou placenta com baixa inserção. O número de pacientes transfundidos com sangue homólogo reduziu de 27.6% (21/76) no período antes da implementação do programa de transfusão de sangue autólogo para 8.5% (7/82) após sua implementação em 1994. No período posterior, 39.0% (32/82) das pacientes com placenta prévia e com baixa inserção da placenta foram flebotomizadas e tiveram o sangue estocado. Destas, 71.9% (23/32) foram submetidas à reinfusão na qual uma paciente (3.1%) necessitou também de sangue homólogo. O volume de sangue coletado por flebotomia foi de 367 ± 65 ml,  o volume total de sangue coletado por paciente foi de 803 ± 350 ml e o total de perda estimada de sangue por paciente foi de 1326 ± 873 ml. O volume de sangue reinfundido por paciente foi de 578 ± 326 ml.

 

Os autores concluíram que o programa de coleta e transfusão de sangue autólogo em pacientes com placenta prévia resultou em um decréscimo na transfução de sangue homólogo. Os autores recomendam iniciar a coleta e estocagem de sangue em 32 semanas da gestação e flebotomizar 400 ml por semana para alcançar um volume de sangue estocado de 1200-1500 ml.

Autologous blood transfusion in patients with placenta previa - Acta Obstetricia et Gynecologica Scandinavica - 2005; 84(3):255

Acta Obstetricia et Gynecologica Scandinavica
Volume 84 Issue 3 Page 255  - March 2005
doi:10.1111/j.0001-6349.2005.00698.x
 
ORIGINAL ARTICLE
Autologous blood transfusion in patients with placenta previa
Takashi Yamada1*, Hiroshi Mori1 and Minoru Ueki2
From the 1Department of Pathology, and 2Department of Obstetrics and Gynecology, Osaka Medical College, Osaka, Japan

Background. Several studies have shown that autologous blood storage during pregnancy is relatively safe for mother and fetus. However, the need for reappraisal of autologous blood transfusion in obstetric patients has been proposed.

Methods. We retrospectively reviewed the cases of placenta previa and low-lying placenta among pregnancies at our hospital during an 18-year period, 1985-2002. The utility of autologous blood transfusion program, which started in 1994 for those with placental positional disorders, was evaluated.

Results. Of the pregnancies reviewed, there were 158 cases (1.9%) of placenta previa or low-lying placenta. The number of patients transfused with homologous blood decreased from 27.6% (21/76) in the period before implementation of the autologous blood transfusion program to 8.5% (7/82) after its implementation in 1994. In the latter time period, 39.0% (32/82) of patients with placenta previa and low-lying placenta were phlebotomized and had blood stored. Of those, 71.9% (23/32) were reinfused where one patient (3.1%) needed homologous blood as well. The volume of collected blood per phlebotomy was 367 ± 65 ml, the total volume of collected blood per patient was 803 ± 350 ml, and the total of estimated blood loss per patient was 1326 ± 873 ml. The volume of reinfused blood per patient was 578 ± 326 ml.

Conclusions. The program of autologous blood collection and transfusion in patients with placenta previa resulted in a decrease in homologous blood transfusion. In our program, we recommend starting blood collection and storage at 32 weeks' gestation and phlebotomize 400 ml per week to reach a volume of stored blood of 1200-1500 ml.


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos