-
Esta página já teve 132.448.057 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.706 acessos diários
home | entre em contato
 

Gastroenterologia/Proctologia/Fígado

Triagem colonoscópica de mulheres em risco médio para neoplastia colorretal

12/06/2005

Philip Schoenfeld, M.D., Brooks Cash, M.D., Andrew Flood, Ph.D., Richard Dobhan, M.D., John Eastone, M.D., Walter Coyle, M.D., James W. Kikendall, M.D., Hyungjin Myra Kim, Sc.D., David G. Weiss, Ph.D., Theresa Emory, M.D., Arthur Schatzkin, M.D., David Lieberman, M.D., for the CONCeRN Study Investigators

From the Division of Gastroenterology, University of Michigan School of Medicine and Veterans Affairs Center for Excellence in Health Services Research, Ann Arbor (P.S.); the Division of Gastroenterology, Uniformed Services University of Health Sciences, Bethesda, Md. (P.S., B.C., R.D., J.E., W.C., J.W.K.); the Division of Gastroenterology, National Naval Medical Center, Bethesda, Md. (B.C., J.E.); the Division of Epidemiology, University of Minnesota, Minneapolis (A.F.); the Division of Gastroenterology, Naval Medical Center, San Diego, Calif. (R.D., W.C.); the Division of Gastroenterology, Naval Medical Center, Portsmouth, Va. (R.D., W.C.); the Division of Gastroenterology, Walter Reed Army Medical Center, Washington, D.C. (J.W.K.); the Center for Statistical Consultation and Research and the Department of Biostatistics, University of Michigan Ann Arbor (H.M.K.); the Department of Biostatistics, Veterans Affairs Medical Center, Perry Point, Md. (D.G.W.); the Armed Forces Institute of Pathology, Washington, D.C. (T.E.); the Division of Cancer Epidemiology and Genetics, National Cancer Institute, Bethesda, Md. (A.S.); and the Division of Gastroenterology, Oregon Health Sciences University and Veterans Affairs Medical Center, Portland (D.L.).

Estudo cooperativo do Veterans Affairs (VA) 380 mostrou que algumas neoplasias colorretais avançadas (isto é, adenomas de pelo menos 1 cm de diâmetro, adenoma viloso, adenoma com alto grau de displasia ou câncer) em homens podem passar despercebidos ao exame com o sigmoidoscópio flexível, porém podem ser detectadas pela colonoscopia. Neste estudo, foi examinado o papel da triagem pela colonoscopia em mulheres.

MÉTODOS

Para determinar a prevalência e localização de neoplasia avançada, foram realizadas colonoscopias consecutivas em mulheres assintomáticas encaminhadas para triagem de câncer de cólon. A capacidade diagnóstica da sigmoidoscopia flexível foi calculada estimando a proporção de pacientes com neoplasia avançada nos quais as lesões puderam ser identificadas pela sigmoidoscopia flexível isolada. As lesões foram consideradas detectáveis pela sigmoidoscopia flexível se eram localizadas no cólon distal ou se estavam no colo proximal em pacientes com pequenos adenomas concorrentes no colo distal, um achado que poderia indicar a colonoscopia. Os resultados foram comparados com os resultados da VA Cooperative Study para homens e mulheres com idades pareadas com sangue oculto negativo nas fezes e sem história familiar de câncer de cólon.

RESULTADOS

A colonoscopia foi realizada completamente em 1.463 mulheres, 230 das quais (15,7%) tinham uma história familiar de câncer de cólon. A colonoscopia revelou neoplasia avançada em 72 mulheres (4,9%). Se a sigmoidoscopia flexível isolada foi realizada, a neoplasia avançada pôde ser detectada em 1,7% destas mulheres (25 de 1.463) e não conclusivo em 3,2% (47 de 1.463). Somente 35,2% das mulheres com neoplasia avançada puderam ter suas lesões identificadas se realizaram sigmoidoscopia flexível somente, comparada com 66,3% dos homens pareados do VA Cooperative Study (P<0,001).

CONCLUSÕES

A colonoscopia pode ser o método preferido para triagem do câncer colorretal em mulheres.

NEJM Volume 352:2061-2068 May 19, 2005 Number 20


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos