-
Esta página já teve 132.435.933 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.708 acessos diários
home | entre em contato
 

Enxaqueca/Cefaléia/Dor de cabeça

Cresce o número de mulheres que buscam a cura ou o alívio da dor de cabeça com acupuntura

06/07/2005

Pesquisa realizada pelo Instituto Kioshi e Makoto de Terapias Orientais, no Rio de Janeiro, revela que é cada vez maior o número de mulheres que procuram alívio para a dor de cabeça na ponta das agulhas. Segundo levantamento realizado entre 20 de maio e 20 de junho nas cinco unidades do Instituto, 80% dos pacientes que chegam aos consultórios para tratar a cefaléia são mulheres entre 17 e 30 anos.

O sexo feminino prevalece quando a queixa é dor de cabeça. De acordo com os estudos médicos, as mulheres são três vezes mais vulneráveis à enxaqueca do que os homens, devido à mudanças hormonais e ao sistema reprodutivo. Segundo o diretor do Instituto Kioshi e Makoto de Terapias Orientais, Prof. Kioshi Kikuti, a acupuntura é bastante eficaz no tratamento para a dor de cabeça, uma vez que o estímulo das agulhas em pontos específicos, como a nuca, trapézio, braços e parte do abdomen, proporciona um equilíbrio energético em todo o organismo. "O estímulo das agulhas resulta na produção de substâncias que agem sobre os neurotransmissores, restabelecendo o bom funcionamento das funções que estavam alteradas, além de produzir analgésicos internos, como as endorfinas", explica Kioshi, eleito em 2005 referência na América Latina em medicina alternativa.

Além do tratamento com agulhas, o especialista em terapias orientais dá dicas práticas para aquelas pessoas que desejam aliviar a dor de cabeça. Ao aparecerem os primeiros sinais, deve-se pressionar firmemente o ponto IG4 ou "grookoku", que fica entre o dedo indicador e polegar, por três segundos. O próximo passo é intercalar o aperto nas duas mãos, em uma série de vinte vezes. Outro truque é pressionar com o polegar o ponto central da cabeça durante cinco segundos e também os pontos ao lado dos olhos, em movimentos circulares, no sentido horário. Quando a dor de cabeça estiver suave, o conselho que o especialista dá é massagear a cabeça, com leves batidas, para estimular a circulação.

Lombalgias - Mas não é apenas para tratar a cefaléia que as mulheres recorrem às terapias orientais. De acordo com Kioshi, independente das queixas que apresentam, elas são a maioria nos seus consultórios. "Sessenta por cento dos pacientes atendidos nas unidades de Niterói, Tijuca, Copacabana, Centro e Barra da Tijuca são mulheres, que buscam tratamento, sobretudo para lombalgias", diz o professor. Com 30 anos de experiência e reconhecimento em países como Japão, China, Alemanha e Estados Unidos, Kioshi diz que o tratamento das dores nas costas com terapias complementares orientais deve ser tanto "sintomático" quanto "preventivo". "Utilizamos um mix de quatro técnicas orientais: shiatsu, chiropratic, moxabustão e acupuntura. Elas são aplicadas no mesmo tipo de tratamento com intensidades variadas. Hoje, a Kioshi e Makoto Terapias Orientais se preocupa, inicialmente, em eliminar as dores dos pacientes para que, em um segundo momento, eles inciem trabalhos preventivos e de manutenção do bem estar", conclui o professor.

Maxpress, 06/07/05


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos