-
Esta página já teve 132.458.811 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.708 acessos diários
home | entre em contato
 

Gravidez/Parto/Obstetrícia

Gestação e Aleitamento

11/07/2005



As substâncias medicamentosas podem migrar da placenta e exercer efeitos no feto, especialmente no primeiro trimestre da gravidez. A quantidade segura do medicamento para a mãe pode causar um dano ao feto.

No aleitamento materno, os medicamentos usados pela mãe podem passar por meio do leite materno para o bebê. Mesmo que em ínfimas concentrações podem acarretar efeitos indesejáveis na criança.

Assim, no aleitamento materno, as mães devem evitar a ingestão de medicamentos, fumo, bebidas alcoólicas, bebidas cafeinadas e drogas em geral. Na gravidez sempre consultar o médico ou orientar-se pelo farmacêutico, antes usar de qualquer tipo de medicamento.

O médico ou o farmacêutico pode orientar como adequar o tempo de tratamento e a dosagem da maioria dos medicamentos, a fim de que a criança seja exposta a menor quantidade possível, ou se o medicamento deve ser evitado.

Os medicamentos sem prescrição médica raramente são comercializados em formatos adequados a todos.

  • ATENÇÃO - Alguns medicamentos de venda livre / dispensados sem prescrição médica são comercializados em diferentes dosagens.

Conheça os volumes em colheres medidas

  • Colher-de-sopa – 15ml
  • Colher-de-sobremesa – 10ml
  • Colher-de-chá – 5ml
  • Colher-de-café – 2ml
  • Copo – 150ml

    • Atenção especial na conversão das instruções das dosagens.
    • Siga sempre as orientações expressas no rótulo.
    • Use sempre a colher medida ou o dosificador que acompanha o medicamento, ao invés de colheres ou copos comuns caseiros.
    • Nunca use uma dosagem maior do que a indicada no rótulo ou bula do medicamento. Não duplique a dose só porque as crianças aparentaram bem-estar.
    • As crianças não são adultos, portanto não estipule a sua dose baseada na dose terapêutica expressa na bula.
    • Consulte o médico ou oriente-se pelo farmacêutico, antes de administrar concomitantemente dois medicamentos às crianças.
    • Nunca permita que as crianças tomem a sós os medicamentos.
    • Nunca equipare o medicamento a guloseimas, designado por doce” “confeito” “bala” ao administrar às crianças, pois estas podem assim entender.
    • Não elogie o medicamento quanto ao sabor ou cor perante as crianças, pois estas podem eventualmente usar o medicamento porque foi mencionado pelos pais ou parentes, que o mesmo era bom.

ANVISA


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos