Geriatria/Gerontologia/Idoso -
Esta página já teve 133.162.730 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.660 acessos diários
home | entre em contato
 

Geriatria/Gerontologia/Idoso

Avaliação da ansiedade e depressão em pacientes da terceira idade e sua relação com a Síndrome da Ardência Bucal

23/07/2005

Fernanda Sampaio Nery, Roberta Andrade Lauria, Viviane Almeida Sarmento, Maria das Graças Alonso Oliveira

Resumo
A Síndrome da Ardência Bucal (SAB) é uma condição caracterizada pela sensação de queimação da mucosa bucal, sem que uma causa física possa ser detectada. Afeta principalmente mulheres na pós-menopausa, com mais de 50 anos. Diversos fatores são apontados como possíveis desencadeadores desta patologia, e muito se discute sobre a importância de fatores psicogênicos, como ansiedade e depressão, na sua etiologia. Este trabalho teve como objetivo avaliar a prevalência da SAB e sua relação com o grau de ansiedade e depressão, segundo a Escala de Depressão e Ansiedade Hospitalar (Hospital Anxiety and Depression Scale - HADS) (SNAITH; ZIGMOND, 1994 apud PATERSON et al., 1995), em indivíduos do gênero feminino de terceira idade institucionalizados em asilos da cidade do Salvador-BA. Foram avaliadas sessenta mulheres pós-menopausadas, com mais de 60 anos de idade. Destas, 57 responderam ao questionário HADS. Em relação à ansiedade, a grande maioria (54,4%) demonstrou grau moderado; já no quesito depressão, a maioria (54,4%) apresentou grau discreto. Três pacientes (5,26%) relataram queixa de ardência na boca, das quais 83,3% demonstraram grau moderado a severo de ansiedade. A maioria (66,6%) das pacientes deste grupo, entretanto, apresentou discreta tendência à depressão. Com base nestes resultados, pode-se sugerir que a ansiedade pode ser um fator que contribui para o desencadeamento da SAB, na amostra avaliada. As características da SAB, assim como possíveis causas que possam explicar o quadro epidemiológico encontrado são discutidas.

Palavras-chave
Síndrome da Ardência Bucal. Glossopirose. Ansiedade.

Assessment of anxiety and depression at third age patients and its relationship with the Burn Mouth Syndrome

Abstract

R. Ci. méd. biol., Salvador, v. 3, n. 1, p. 21-29, jan./jun. 2004 The Burning Mouth Syndrome (BMS) is a condition characterized by burning sensation on the oral tissues without a physical cause. This condition affects especially mild menopausal woman over 50 years old. Many factors have been suggested as possible etiology of this condition. The importance of psychological factors such as anxiety and depression on the development of this condition It has been extensively discussed. 28 This paper aim to evaluate the prevalence of BMS and its relation to the degree of anxiety and depression in females over 60 years old living in hostels in the city of Salvador, Bahia, Brazil using the Hospital Anxiety and Depression Scale – HADS. Fifty-Seven of 60 mild menopausal women over sixty years old answered the HADS questionnaire and entered the study. The results showed that the majority (54.4%) demonstrated a moderate level of anxiety and a low level of the depression. Three patients (5.26%) out of 57 women complained of burning feeling in the mouth and 83,3% of them showed moderate to severe degree of anxiety. The majority (66.6%) of the patients of this sample presented small tendency to depression. The results of the present study may allow concluding that anxiety may be one of the factors influencing the development of the BMS. Characteristics of the BMS and other possible etiologic factors observed on this sample are also discussed.

Keywords
Burning Mouth Sindrome. Glossopirose. Anxiety.


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos