Geriatria/Gerontologia/Idoso -
Esta página já teve 133.162.562 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.660 acessos diários
home | entre em contato
 

Geriatria/Gerontologia/Idoso

Cores e desenhos ajudam idosos a tomar remédio

07/08/2005
Saúde: 5/8/2005

O Centro de Referência do Idoso (CRI) da zona leste, órgão da Secretaria de Estado da Saúde, criou um mecanismo inovador para garantir a medicação correta dos frequentadores e pacientes do local.

Os profissionais do setor de atenção básica farmacêutica desenvolveram um procedimento prático e de fácil associação para os idosos por meio de cores e desenhos que identificam o período, horário e a maneira como os medicamentos devem ser tomados.

O método tem como principal objetivo contribuir para que o idoso não esqueça de tomar os medicamentos, esclarecer dúvidas quanto a sua posologia (maneira de tomar o remédio) e promover aderência ao tratamento.

Uma pesquisa realizada pelo setor de Assistência Farmacêutica do CRI constatou que 56,6% dos idosos possuem receitas com mais de quatro medicamentos de uso contínuo prescritos, o que acaba confundido o paciente. A maioria dos idosos da região são portadores de hipertensão, doenças vasculares, diabetes, Aids e doenças mentais.

“Por meio das cores e desenhos conseguimos atender as necessidades dos pacientes em relação ao fornecimento e acompanhamento dos medicamentos, além de contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos idosos”, explica Paulo Sérgio Pelegrino, diretor do hospital.

A farmácia do CRI é composta por 11 profissionais, entre eles auxiliares de farmácia, oficiais administrativos e farmacêuticos que distribuem medicamentos básicos e de alto custo. O setor de dispensação de medicamentos atende cerca de 3800 pacientes por mês, dentre eles 400 de alto custo e o restante de atenção básica.

Neste mês de julho o centro bateu a marca de 800 mil atendimentos. São 15 especialidades médicas e nove especialidades assistenciais, como odontologia e fisioterapia. Ainda oferece um centro de convivência completo, com oficinas de artesanato, aulas de alfabetização, violão e canto, entre outras. Às sextas-feiras acontece o tradicional baile da terceira idade, que costuma reunir semanalmente cerca de 600 pessoas.

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos