-
Esta página já teve 133.070.089 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.665 acessos diários
home | entre em contato
 

Clínica médica/Intensiva/Enfermagem

Azeite de oliva extra-virgem contém agente antiinflamatório semelhante ao ibuprofeno em sua composição

09/09/2005

 

 

Cientistas do Monell Chemical Senses Center e colaboradores das universidades da Pensilvânia, da universidade de Ciências da Filadélfia e da empresa Firmenich descobriram a presença de um agente natural antiinflamatório, chamado pelos pesquisadores de oleocanthal, no azeite de oliva extra-virgem. Este agente é um antiinflamatório não esteróide com comportamento farmacológico semelhante ao do ibuprofeno. Ele atua inibindo a atividade da enzima ciclo-oxigenase (COX).

Esta descoberta é importante pois processos inflamatórios participam de uma série de doenças crônicas que afetam milhares de indivíduos. "Alguns efeitos benéficos da dieta do Mediterrâneo para a saúde está de acordo com a atividade anti-COX do oleocanthal presente no azeite de oliva extra-virgem" diz Gary Beauchamp, biólogo do Monell, PhD. Esta pesquisa foi publicada na primeira edição de setembro de 2005 da revista Nature. Os cientistas chegaram a esta descoberta de maneira acidental, a partir da observação de que o azeite de oliva extra-virgem tinha um sabor que irritava a garganta de maneira única e não usual, da mesma maneira que o sabor do ibuprofeno. Com isso, avaliaram as propriedades sensoriais de um agente químico sem nome que foi imaginado como responsável pela irritação causada pelo azeite. Quando foi provado que a intensidade da irritação estava diretamente relacionada com a quantidade deste agente presente no azeite, os pesquisadores deram o nome de oleocanthal ao químico (oleo=oliva, azeitona; canth=doer, ferroar; al=aldeído).

Para descartar a possibilidade de que outro agente fosse o responsável pela descoberta, os pesquisadores criaram uma forma sintética idêntica ao oleocanthal e mostraram que a forma sintética produzia exatamente a mesma irritação na garganta. O co-autor Amos Smith, PhD, explicou que "apenas com a forma sintética poderíamos ter a certeza de que o ingrediente ativo era o oleocanthal". A semelhança entre o oleocanthal e o ibuprofeno fez com que os cientistas conduzissem pesquisas para investigar as propriedades farmacológicas comuns. Os estudos revelaram que, como o ibuprofeno, o oleocanthal inibe a atividade das enzimas COX-1 e COX-2. Por este motivo, os estudos sugerem que o oleocanthal é um agente antiinflamatório natural, com ação igual ao do ibuprofeno e de outros medicamentos antiinflamatórios não esteróides.

Para Paul Breslin, PhD, que dirigiu as pesquisas juntamente com Beauchamp, " A dieta do Mediterrâneo, a qual tem o azeite de oliva como participante central, está sendo associada a vários anos com numerosos benefícios à saúde, incluindo diminuição do risco de acidente vascular cerebral, doenças cardíacas, câncer de pulmão e alguns tipos de demência. Parece que o oleocanthal traz benefícios quando as dietas usam o óleo de oliva como a principal fonte de gordura".

De acordo com Beauchamp, as pesquisas futuras vão mostrar como o oleocanthal inibe as enzimas COX e como isto está relacionado coma irritação causada na garganta.

O Monell Chemical Senses Center é um instituto de pesquisas sem fins lucrativos na Filadélfia, Pensilvânia. Há 35 anos este instituto está focado em estudar os sentidos de maneira multidisciplinar, com cientistas que colaboram na área de sensação e percepção, neurociências e biologia molecular, saúde ocupacional e ambiental, nutrição e apetite, saúde e bem-estar e ecologia química e comunicação.

Monell Chemical Senses Center


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos