-
Esta página já teve 132.568.113 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.701 acessos diários
home | entre em contato
 

Biotecnologia/Tecnologia/Ciências

Clínica do interior de SP reconstrói corpos com titânio

27/09/2005
Bauru, a 325 quilômetros de São Paulo, está prestes a se tornar um centro internacional de odontologia e medicina. Será inaugurada amanhã na cidade uma das poucas clínicas do mundo especializadas numa técnica que utiliza o titânio para reconstruir dentes e membros do corpo. É coisa de Primeiro Mundo. A começar pelo nome pomposo, P-I Branemark Institute. Seus dois andares, na principal avenida de Bauru, foram erguidos no tempo recorde de seis meses. O prédio, criação de um arquiteto palestino, custou R$ 2 milhões.

Os equipamentos cirúrgicos foram todos importados da Suécia. Mas é adaptado à realidade dos países em desenvolvimento. Cerca de 80% dos atendimentos serão gratuitos, contanto que o paciente tenha baixa renda e tenha sido encaminhado por um médico ou dentista. Desde que o projeto se tornou público, a clínica recebeu centenas de radiografias de pessoas do País inteiro querendo ser operadas. Para isso, porém, além daquelas duas exigências, é preciso que o problema seja considerado complexo. A previsão é que se atendam 120 pacientes por mês.

O instituto leva o nome de seu presidente, o ortopedista sueco Per-Ingvar Branemark (mais informações no texto ao lado). Foi ele quem descobriu, em 1957, a técnica que permite que pessoas sem alguma parte do corpo - em decorrência de amputação, acidente ou problema congênito - possam usar uma prótese ligada diretamente ao osso.

Técnica

O procedimento começa com uma cirurgia que deixa o osso exposto. Ali será introduzido, por meio de uma broca de baixa rotação, um pino de titânio. Esse metal, por ser leve e resistente, é adotado na construção de aviões e usinas nucleares. Para a medicina, uma terceira característica do titânio é decisiva: a compatibilidade com o osso. Até a descoberta de Branemark, os médicos tentaram usar outros metais para servir de base para as próteses removíveis. Os resultados não foram nada satisfatórios. O osso humano rejeitou todos os materiais. A reação é diferente quando os pinos são de titânio puro. As células do osso grudam sobre a superfície do metal, reconhecem o pino como se fizesse parte do próprio organismo. O procedimento ganhou o nome de osseointegração, que, segundo Branemark, pode ser feito em qualquer parte do corpo. 'Basta haver osso', resume.

A técnica é usada para fixar próteses de dente (quando ele inteiro se solta, incluindo a raiz), perna, dedo, olho, nariz e orelha, por exemplo. No caso do dedo, a prótese mais comum, feita de um tipo especial de plástico, na cor da pele, é a do polegar, imprescindível para ações tão triviais quanto escrever ou segurar o garfo. 'Com essa reabilitação, você restabelece a função, a estética e a auto-estima. O paciente deixa de se isolar. Você o devolve à sociedade', diz o dentista Carlos Eduardo Francischone, um dos profissionais que vão atuar no P-I Branemark Institute.

Foi o lado filantrópico que permitiu que a clínica saísse do papel. Os R$ 2 milhões da construção vieram de doações estrangeiras. O terreno é uma concessão da prefeitura de Bauru pelos próximos 20 anos. Todos os profissionais de saúde - incluindo o próprio Branemark - atuarão sem cobrar. Terão salário apenas os funcionários da parte administrativa. O instituto se sustentará, basicamente, com o dinheiro das poucas cirurgias que serão cobradas - o preço varia de R$ 1 mil a R$ 15 mil - e dos cursos e treinamentos oferecidos aos médicos e dentistas vindos do Brasil e do mundo. 'Quem é que não gostaria de aprender operando ao lado de Branemark, a maior autoridade mundial em osseointegração?', diz Francischone. 'Nos próximos dias, vamos receber duas professoras de uma universidade da China.' A clínica aguarda ainda licença da Agência Nacional de Vigilância Sanitária para a abertura de sua fábrica de próteses.
 
Ricardo Westin
 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos