Enxaqueca/Cefaléia/Dor de cabeça - Medicações para a dor de cabeça
Esta página já teve 110.994.959 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.777 acessos diários
home | entre em contato
 

Enxaqueca/Cefaléia/Dor de cabeça

Medicações para a dor de cabeça

30/09/2005

 

 

A dor de cabeça é mais comum nas mulheres do que nos homens. Quase 90 % das mulheres e aproximadamente 70% dos homens experimentam dor de cabeça da tensão durante suas vidas. A dor de cabeça da tensão é mais predominante nas pessoas entre as idades de 30 e de 39 anos, após essa idade há um declínio. Existe uma grande quantidade de tratamentos médicos e alternativas para esse tipo de dor de cabeça, que aflige cerca de 34 milhões de brasileiros, e que causa enormes gastos para as finanças pessoais e para os sistemas de saúde. A última onda agora é a aplicação de toxina botulinica, o botox em determinados pontos do couro cabeludo de 3 em 3 meses. Esse tratamento ainda não está confirmado que atua preventivamente na dor de cabeça, e o mais importante que tem custos elevados e os planos de saúde americanos e os brasileiros dão reembolso para essas despesas. L.Goldberg, clínico geral afirma que os gastos que a “dor de cabeça” causa nos Estados Unidos é de 17 bilhões de dólares, para se ter uma idéia do que isso significa, basta dizer que o PIB – Produto Interno Bruto do Brasil inteiro é de 900 milhões de reais. Esse clínico informa que o tratamento profilático, ou seja medicamentos usados antes de surgir a dor, incluem anti-epilépticos, diuréticos, beta bloqueadores e agora a toxina botulinica, todos relativamente caros pois devem ser ingeridos todos os dias e a vida toda, enquanto não se descobre um tratamento efetivo para a crise.
Dentre as pessoas que sofrem de dor de cabeça, as que consomem mais medicamentos são as portadoras de enxaqueca. Para essas pessoas o autor recomenda que se faça a aplicação de um teste que se chama de Migraine Disability Assessment Scale, abreviado com o nome de MIDAS e que existe em português, que pelo menos orienta o paciente e o médico em que direção procurara a causa da enxaqueca. Mais de 95% das pessoas com enxaqueca tomam medicação para suas cefaléias; dessa forma, são motivadas a usar medicação para buscar o alívio. No entanto, a maioria continua a usar medicação de venda livre nas farmácias, indicadas pelas vizinhas e não a prescrita., pelo médico. Em vários estudos realizados, somente uma média de 41% das pessoas com enxaqueca usaram medicamentos prescritos por médicos, um aumento de apenas 4% nos últimos anos. O pior é que muitas enxaquecas são causadas pela ingestão de medicamentos. Não é o seu caso?

 

Am J Manag Care. 2005 Jun;11(2 Suppl):S62-7- RAM


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos