-
Esta página já teve 134.680.930 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.667 acessos diários
home | entre em contato
 

Hipertensão/Pressão Alta

Uso de Anti-hipertensivos em Idosos Hipertensos e co-morbidades não cardiovasculares

02/10/2005
 



 

 

Foi realizado um estudo de coorte retrospectiva entre 51517 pacientes com 65 anos de idade ou mais no Programa de Contrato de Assistência Farmacêutica da Pensilvânia para Idosos (PACE) entre 1999 e 2000. Todos eram hipertensos e tinham diagnóstico e usavam tratamento durante 1999 para qualificar para a entrada dentro de um das seguintes cinco coortes exclusivas mutualmente: asma/DPOC, depressão, distúrbios gastrointestinais (GI), osteoartrite ou nenhuma das quatro comorbidades.

 

As proporções utilizando antidepressivos em 2000 foram avaliadas. Foi utilizada uma análise de regressão logística para identificar os efeitos independentes no uso de anti-hipertensivos das quatro comorbidades de interesse, características sociodemográficas, outras comorbidades cardiovasculares ou não e utilização de cuidados de saúde variados. Após ajuste para análise de multivariáveis, o uso de anti-hipertensivo foi consistentemente menor em pacientes com asma/DPOC (odds ratio [OR] 0,43; intervalo de confiança de 95% [IC] 0,40 a 0,47), depressão (OR 0,50; IC95% 0,45 a 0,55), distúrbios GI (OR 0,59; IC95% 0,54 a 0,64) e osteoartrite (OR 0,63; IC95% 0,59 a 0,67) relativamente com aqueles sem essas condições.

 

O uso reduzido de anti-hipertensivos também foi associado com idade avançada, gênero feminino, raça, outras comorbidades mais graves, ausência de algumas indicações cardiovasculares, hospitalizações, home care, consultas médicas e uso de algumas outras medicações. Altamente prevalente, as condições não-cardiovasculares aparentaram a deter o uso de anti-hipertensivos em idosos com hipertensão.

Effects of Noncardiovascular Comorbidities on Antihypertensive Use in Elderly Hypertensives - Hypertension 2005; 46:273.

Hypertension. 2005 Aug;46(2):273-9. Epub 2005 Jun 27.

Effects of noncardiovascular comorbidities on antihypertensive use in elderly hypertensives.

Wang PS, Avorn J, Brookhart MA, Mogun H, Schneeweiss S, Fischer MA, Glynn RJ.

Division of Pharmacoepidemiology and Pharmacoeconomics, Department of Medicine, Brigham and Women's Hospital, Harvard Medical School, Boston, MA, USA. pwang@rics.bwh.harvard.edu

Although the benefits of antihypertensive drugs have been clearly established, they remain underused by vulnerable older populations. We examined whether the presence of noncardiovascular comorbidity deters use of antihypertensives in elderly with hypertension. We conducted a retrospective cohort study among 51,517 patients > or =65 years of age in the Pennsylvania Pharmaceutical Assistance Contract for the Elderly (PACE) Program during 1999 and 2000. All were hypertensive and had diagnoses and used treatments during 1999 to qualify for entry into 1 of the following 5 mutually exclusive cohorts: asthma/chronic obstructive pulmonary disease (COPD), depression, gastrointestinal (GI) disorders, osteoarthritis, or none of the 4 comorbidities. Proportions using antihypertensives in 2000 were assessed. Logistic regression analysis was used to identify the independent effects on antihypertensive use of the 4 comorbidities of interest, sociodemographic characteristics, other cardiovascular and noncardiovascular comorbidity, and health care utilization variables. After adjustments in multivariable analyses, antihypertensive use was consistently lower in patients with asthma/COPD (odds ratio [OR], 0.43; 95% confidence interval [CI], 0.40 to 0.47), depression (OR, 0.50; 95% CI, 0.45 to 0.55), GI disorders (OR, 0.59; 95% CI, 0.54 to 0.64), and osteoarthritis (OR, 0.63; 95% CI, 0.59 to 0.67) relative to those without these conditions. Reduced antihypertensive use was also associated with older age, female gender, white race, more severe other comorbidities, absence of some cardiovascular indications, hospitalizations, nursing home care, physician visits, and use of fewer other medications. Highly prevalent, noncardiovascular conditions appear to deter use of antihypertensives in elderly with hypertension.


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos