Laser -
Esta página já teve 134.614.929 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.668 acessos diários
home | entre em contato
 

Laser

Biópsias de lesões intra-orais realizadas com laser de CO2- relatos de casos

16/11/2005
 



Foi analisado e publicado na International Journal of Periodontics and Restorative Dentistry, artigo que analisou durante um período de 12 meses, 139 pacientes com 164 lesões patológicas intra-orais tratados com laser de CO2. 

 

As complicações do intra e pós-operatório e métodos de analgesia foram registrados. Também foi avaliado se a biópsia com laser de CO2 poderia interferir no diagnóstico realizado pelo patologista. Cento e trinta e três peças de biópsia de tecido de partes moles enviados para análise histo-patológica.

 

Ocorreram nove complicações no intra-operatório e seis no pós-operatório. O controle da dor durante cirurgia com laser de CO2 pode ser realizado com um anestésico tópico em quase um terço das lesões. Já nas 111 outras foi necessária a aplicação de um anestésico local. Para alívio da dor no pós-operatório, 101 pacientes, que corresponde a 72,7% do total, utilizaram apenas uma pasta adesiva na lesão, sem necessidade de anestésico oral adicional. Os diagnósticos clínicos e histo-patológicos foram comparados. O dano térmico causado pelo laser de CO2 nas bordas das peças de biópsia não interferiram com a capacidade do patologista estabelecer diagnósticos com segurança.

 

Os autores concluíram que o laser de CO2 é um instrumento apropriado para biópsias excisionais de lesões orais de partes moles. As complicações durante a cirurgia e no pós-operatório foram consideradas mínimas, o alívio da dor após a cirurgia foi alcançado em muitos casos somente com anestésicos tópicos e as biópsias incisionais e excisionais não apresentaram problemas como dano colateral térmico pelo calor.

Uma resenha de The CO2 Laser for Excisional Biopsies of Oral Lesions: A Case Series Study - Int J Periodontics Restorative Dent - 2005;25:221–229

 


International Journal of Periodontics and Restorative Dentistry
May/June 2005
Volume 25 , Issue 3

 

The CO2 Laser for Excisional Biopsies of Oral Lesions: A Case Series Study

Michael M. Bornstein, DDS, Dr Med Dent.Carmen Winzap-Kälin, DDS, Dr Med Dent/David L. Cochran, DDS, PhD/Daniel Buser, DDS, Prof Dr Med Dent

During a period of 12 months, 139 patients with 164 intraoral pathologic lesions were treated with a CO2 laser. Intra- and postoperative complications and the method of pain control during and after surgery were recorded. The diagnostic evaluability of the 133 soft tissue biopsy specimens sent for histopathologic analysis was examined, and the clinical and histopathologic diagnoses were compared. Nine intra- and six postoperative complications occurred. Pain control during CO2 laser surgery could be performed with a topical anesthetic in almost one third of the lesions; in the other 111 lesions, a local anesthetic had to be applied. For pain relief after the operation, 101 patients (72.7%) used only an adhesive wound paste, without any additional oral analgesic. The thermal damage from the CO2 laser on the borders of the biopsy specimens never interfered with the pathologist’s establishment of a firm diagnosis. The CO2 laser is an appropriate instrument for excisional biopsies of oral soft tissue lesions. Intra- and postoperative complications were minimal, pain relief during and after surgery could be achieved in many cases through topical anesthetics, and incisional or excisional biospsies caused no diagnostic problems because of collateral thermal damage of the specimen from the laser. (Int J Periodontics Restorative Dent 2005;25:221–229.)


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos