-
Esta página já teve 133.085.764 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.664 acessos diários
home | entre em contato
 

Pediatria/Criança

Prognóstico de enterocolite necrotizante neonatal e Proteína C reativa

03/01/2006
 



Na enterocolite necrotizante (NEC) em estágios II e III foi obsevada uma correlação com a Proteína C reativa, neste estudo. Foi aventada a hipótese de que a medida seriada de PCR poderia, concomitante a radiografias abdominais, melhorar a identificação de crianças com NEC.

Três medidas séricas de PCR foram realizadas a cada 12 horas e, caso estivessem anormais, diariamente. Quando os sinais clínicos persistiram e as radiografias abdominais iniciais eram anormais, radiografias de controle eram obtidas.

Das 241 crianças que foram avaliadas por sinais gastrointestinais, 11 apresentavam íleo pneumatose intestinal benigna com PCR normal persistente, sintomas gastrointestinais aliviados em 48 horas, antibióticos descontinuados em menos de 48 horas e a alimentação era restabelecida precocemente sem complicações. Cinqüenta e cinco neonatos apresentaram NEC em estágios II e II, todas com níveis anormais de PCR independentemente dos resultados da hemocultura. Em crianças com NEC estágio II, os níveis de PCR retornaram ao normal em uma média de 9 dias exceto naqueles que desenvolveram complicações como estreitamentos de alças ou formação de abscessos.

Em neonatos com suspeita de NEC, valores normais de PCR favoreceriam a abolição precoce da antibioticoterapia e re-introdução precoce da alimentação. A PCR torna-se anormal tanto em estágio II como em estágio III de NEC. Em crianças com NEC, elevações persistentes de PCR após introdução de tratamento médico adequado sugerem complicações associadas que podem requerer intervenção cirúrgica.

C-Reactive Protein in the Diagnosis, Management, and Prognosis of Neonatal Necrotizing Enterocolitis - Pediatrics Vol. 116 No. 5 November 2005, pp. 1064-1069

C-Reactive Protein in the Diagnosis, Management, and Prognosis of Neonatal Necrotizing Enterocolitis

Objective. In this prospective, observational study, we determined whether serum C-reactive protein (CRP) correlated with necrotizing enterocolitis (NEC) stages II and III. We hypothesized that serial CRP measurement if used as an adjunct to abdominal radiographs would improve the identification of infants with NEC.

Methods. Serum CRP level was measured every 12 hours for 3 measurements and, when abnormal, once daily. When clinical signs persisted and the initial abdominal radiographs were abnormal, follow-up radiographs were obtained.

Results. Of 241 infants who were evaluated for gastrointestinal signs, 11 had ileus or benign pneumatosis intestinalis with persistently normal CRP; gastrointestinal manifestations resolved within 48 hours, antibiotics were discontinued in <48 hours, and feedings were restarted early without complications. Fifty-five infants had NEC stages II and III; all had abnormal CRP regardless of their blood culture results. In infants with stage II NEC, CRP returned to normal at a mean of 9 days except in those who developed complications such as stricture or abscess formation.

Conclusions. In infants with suspected NEC, normal serial CRP values would favor aborted antibiotic therapy and early resumption of feedings. CRP becomes abnormal in both stage II and stage III NEC. In infants with NEC, persistently elevated CRP after initiation of appropriate medical management suggests associated complications, which may require surgical intervention.

 


Massroor Pourcyrous, MD*, , Sheldon B. Korones, MD*, , Wenjian Yang, PhD , Thomas F. Boulden, MD*,|| and Henrietta S. Bada, MD*,

* Pediatrics
Obstetrics and Gynecology
|| Radiology, University of Tennessee, Memphis, Tennessee
Department of Mathematical Sciences and Statistics, University of Memphis, Memphis, Tennessee

Key Words: necrotizing enterocolitis • C-reactive protein • newborn • premature

Abbreviations: NEC, necrotizing enterocolitis • GI, gastrointestinal • CRP, C-reactive protein • WBC, white blood cell

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos