Dermatite -
Esta página já teve 133.101.369 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.662 acessos diários
home | entre em contato
 

Dermatite

Dermatite atópica e sibilância infantil

21/02/2006

 

Recentemente, no The Journal of Allergy and Clinical Immunology, pesquisadores dinamarqueses publicaram, um estudo em que investigaram se os fatores de risco potenciais para sibilância infantil e dermatite atópica apresentam efeitos semelhantes nestes dois fenótipos, indicando etiologia comum.

 

Dermatite atópica freqüentemente se desenvolve na infância como a primeira manifestação do fenótipo atópico. Sibilância também é comum na infância, porém não está esclarecido ainda se a sibilância infantil deveria ser considerada como fenótipo atópico. Caso a sibilância infantil e a dermatite atópica compartilhem etiologia comum, isto poderia indicar que a sibilância infantil é um fenótipo atópico.

 

 

No total, 34 793 pares de pacientes pediátricos e suas mães foram incluídas na Coorte Nacional Dinamarquesa de Nascimentos e foram acompanhados prospectivamente. Informações sobre episódios de sibilância, dermatite atópica e fatores de risco pré-natais, peri-natais e pós-natais foram coletados em entrevistas à 12a e à 30a semanas de gestação, aos seis e 18 meses de idade, e por associação no Registro Médico Dinamarquês de Nascimentos. Os dados foram analisados por modelos de regressão logística politômica e binária.

 

As seguintes variáveis apresentaram efeitos significativamente diferentes sobre a sibilância infantil e a dermatite atópica: febre do feno paterna ou materna, asma paterna ou materna, dermatite atópica paterna ou materna, profissão materna, idade materna, sexo, tabagismo durante a gestação, estação do ano em que ocorreu o nascimento, peso ao nascimento, idade gestacional ao nascimento, circunferência cefálica, aleitamento materno, número de irmãos, serviço de day care e presença de animais de estimação na casa.

 

Os pesquisadores concluíram que a maioria dos fatores de risco apresenta diferentes efeitos sobre a sibilância infantil e a dermatite atópica, indicando diferente etiologia. Sibilância infantil não parece estar etiologicamente relacionada à epidemia de doenças atópicas, e não deve ser utilizada como indicador do fenótipo atópico.

Differential effects of risk factors on infant wheeze and atopic dermatitis emphasize a different etiology - The Journal of Allergy and Clinical Immunology 2006;117(1):184-189.

Differential effects of risk factors on infant wheeze and atopic dermatitis emphasize a different etiology

Parte superior do formulário

Allan Linneberg, MD, PhDa , Jacob B. Simonsen, MScb, Janne Petersen, MSca, Lone G. Stensballe, MD, PhDb, Christine S. Benn, MD, PhDb

Parte inferior do formulário

Received 14 July 2005; received in revised form 7 September 2005; accepted 30 September 2005 published online 5 December 2005.

Copenhagen, Denmark

Background

Atopic dermatitis (AD) often develops in infancy as the first manifestation of the atopic phenotype. Wheezing is also common in infancy, but it is less clear whether infant wheezing should be considered as an atopic phenotype. If infant wheeze and AD share a common aetiology, this would indicate that infant wheezing is an atopic phenotype.

Objective

To investigate whether potential risk factors for infant wheeze and AD have similar effects on these 2 phenotypes, indicating a common etiology.

Methods

A total of 34.793 mother-child pairs enrolled in the Danish National Birth Cohort were followed prospectively. Information on wheezing episodes, AD, and prenatal, perinatal, and postnatal risk factors was collected by interview at 12 and 30 weeks of gestation, at 6 and 18 months of age, and by linkage to the Danish Medical Birth Register. Data were analyzed by binary and polytomous logistic regression models.

Results

The following variables had significantly differential effects on infant wheezing and AD: parental hay fever, parental asthma, parental AD, sex, maternal age, maternal occupation, smoking during pregnancy, season of birth, birth weight, gestational age, head circumference, breast-feeding, number of older siblings, day care attendance, and pets in the home.

Conclusion

The majority of risk factors had differential effects on infant wheeze and AD indicative of a different etiology. Infant wheezing does not seem to be etiologically linked to the epidemic of atopic disease, and infant wheezing should not be used as an indicator of the atopic phenotype.

Key wordsAtopic dermatitis, birth cohort, epidemiology, infant, wheezing

Abbreviations usedAD, Atopic dermatitis, DNBC, Danish National Birth Cohort, OR, Odds ratio

Abbreviations usedAD, Atopic dermatitis, DNBC, Danish National Birth Cohort, OR, Odds ratio

a From the Research Centre for Prevention and Health, Copenhagen County

b Danish Epidemiology Science Centre, Statens Serum Institut

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos