-
Esta página já teve 133.139.351 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.660 acessos diários
home | entre em contato
 

Tóxicos/Intoxicações

Aspectos toxicológicos sobre o uso do plástico reciclado para contato direto com alimentos

28/03/2006

Revista Brasileira de Toxicologia, 16(2): 95-100, 2003

 

Aspectos toxicológicos sobre o uso do plástico reciclado para contato direto com alimentos.
Amélia S. F. Santos¹; José A. M. Agnelli¹; Sati Manrich¹

O retorno do plástico reciclado para a aplicação em embalagens alimentícias implica em assegurar risco mínimo à saúde pública e o não comprometimento das propriedades organolépticas do produto envasado. A principal preocupação sobre o uso do plástico reciclado para essa aplicação é proveniente da presença de substâncias desconhecidas, as quais podem potencialmente migrar da embalagem para o alimento. Nesse cenário, o estudo das principais fontes de contaminação das embalagens plásticas pós-consumo assume um papel importante no estabelecimento de um critério que assegure a segurança do reciclado em aplicações para contato com alimentos. Uma vez que há uma grande diversidade de fontes de contaminantes antes e após a disposição final desse material, a avaliação de processos de reciclagem com relação a sua aptidão em produzir plástico reciclado para contato com alimentos normalmente é realizada através do uso de contaminantes modelo sob condições padronizadas. Os grandes desafios para a escolha dos contaminantes modelo advém da vasta quantidade de compostos orgânicos que podem representá-los nas vias reais de contaminação, das dificuldades analíticas e da escassez de dados de difusão e solubilidade desses contaminantes orgânicos em polímeros. Como as fontes de contaminação normalmente possuem formulações universais e diferem apenas nas proporções e combinações dos ingredientes, os contaminantes modelo podem ser mundialmente unificados independente do país em que as tecnologias de reciclagem venham a ser avaliadas. No entanto, o uso de coeficientes de segurança deve ser incluído e considerado imprescindível, visto a dificuldade em reproduzir as especificidades das vias reais de contaminação. Com o objetivo de descrever o estado da arte quanto aos aspectos supracitados, neste documento foram apresentados comentários relacionados às fontes reais de contaminação de plástico pós-consumo e às exigências necessárias para avaliar capacidade de processos de reciclagem em produzir plástico reciclado para contato com alimentos.

unitermos: contaminantes modelo, carcinogênicos, plástico reciclado, embalagens de alimentos.

 

Toxicological issues about the use of recycled plastics for food-contact applications.

Recycled plastics returned to food containers should assure minimal consumer health risk, product and package quality. The main concern about the use of recycled plastic in food-contact applications rises from the presence of unregulated substances that could potentially migrate from package to the food. In this scenario, the study of the main contamination sources in post-consumer plastic packages play an important role to establish a criteria to ensure the safety of this recycled material for food-contact applications. Since there is a myriad of contaminants sources before and after the final disposal of post-consumer plastics, the evaluation of recycling processes to produce recycled plastic suitable for food-contact applications is commonly performed using model contaminants under standard conditions. The great challenges during the choice of model contaminants rely on the large diversity of organic compounds that could represent them in real scenarios, in their analytical suitability and in the scarse diffusion and solubility data of organic compounds in polymers. Once the common sources of contamination have universal formulations, differing only in compounds proportion and combination, the model contaminants could be worldwide unified independently of the country where recycling technologies have been evaluated. Nevertheless, the adoption of safety factors should be taken into account and considered necessary due to the great difficulty in simulate real contamination scenarios. In summary, the state of art related to the real contamination sources of post-consumer plastics and the requirements necessary to evaluate the recycling processes to produce recycled plastic suitable for food-contact applications is described in this document.

keywords: model contaminants; surrogates; carcinogenic; recycled plastic; food package.

 

1. DEMa, UFSCar

correspondencia: Autor para correspondência: Sati Manrich. DEMa, UFSCar, CP: 676, CEP: 13560-905 - São Carlos - SP - Tel: 16-260-8503, Fax: 16-261-5404.
e-mail: sati@power.ufscar.br

 http://www.sbtox.org.br/revistaArtigo.asp?IdArtigo=39

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos