-
Esta página já teve 135.292.894 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.661 acessos diários
home | entre em contato
 

Pediatria/Criança

Relação da proteína S100B com a hipóxia neonatal

20/05/2006

Resumo

MARTINS, Régis Osorio, ROTTA, Newra Telechea, PORTELA, Luiz V. et al. . Arq. Neuro-Psiquiatr., mar. 2006, vol.64, no.1, p.24-29. ISSN 0004-282X.

A participação de marcadores bioquímicos na avaliação de quadros de asfixia neonatal é cada vez mais relevante. A proteína S100B é de particular importância neste campo. O objetivo deste estudo foi procurar destacar a importância da proteína S100B na avaliação de recém-nascidos a termo com quadro de encefalopatia hipóxico-isquêmica, assim como correlacionar com outras substâncias que também participam do processo isquêmico. Foram analisados 21 casos de recém nascidos a termo que desenvolveram encefalopatia hipóxico-isquêmica no período de setembro de 2003 a outubro de 2004. Realizadas coletas no 1º e 4º dia de vida e dosadas, por método imunocitoquímico, a proteína S100B e o lactato. Observou-se correlação positiva entre as duas substâncias, assim como quando comparadas entre si nas suas respectivas dosagens, obteve-se significância estatística.

Palavras-chave: S100B; encefalopatia hipóxico-isquêmica; recém-nascido; asfixia.

        · resumo em inglês     · texto em inglês     · pdf em inglês


http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0004-282X2006000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos