Ginecologia/Mulher -
Esta página já teve 134.688.263 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.668 acessos diários
home | entre em contato
 

Ginecologia/Mulher

Cólica menstrual

24/10/2006

 

A cólica menstrual, chamada de dismenorréia, pode ter como causa vários fatores. Durante a menstruação, o útero apresenta contrações para a saída do sangue menstrual. Estas contrações podem ser em maior ou menor intensidade e, como a sensibilidade à dor varia de pessoa para pessoa, algumas mulheres podem sentir pequenas contrações uterinas, mesmo não apresentando patologia ginecológica alguma.

Mas, em casos de cólicas intensas, a causa da dor pode ser uma doença. Por exemplo: o útero pode estar voltado para trás ou retrovertido - isso pode ser um simples posicionamento anômalo de nascimento ou pode ter sido causado por processo aderencial conseqüente de infecções pélvicas ou de uma patologia bastante freqüente - a endometriose.

O processo aderencial acontece quando órgãos da região abdominal, que costumam estar encostados, acabam colando uns nos outros. Isto causa tração entre os órgãos, que leva à dor.

Algumas mulheres também apresentam um certo desconforto abdominal, podendo chegar a ter cólicas, no meio do ciclo. Essa dor é causada pela ovulação. Mulheres que tomam anticoncepcionais hormonais têm uma incidência de dismenorréia menor, já que não ovulam.

  
Dicas de autocuidado

      * Faça 20 minutos de exercícios, três vezes por semana. Nadar, caminhar e andar de bicicleta relaxam os seus músculos e ajudam a perder o excesso de líquido.

      * Faça 5 a 6 pequenas refeições ao dia, em vez de 3 grandes. Prefira: grãos, frutas e vegetais; boas fontes de cálcio, como leite semidesnatado ou desnatado, iogurte desnatado, cereais e sucos enriquecidos com cálcio e fontes de magnésio, como espinafre, folhas verdes e cereais.

      * Limite o consumo de sal e açúcar.

      * Esta medida pode ajudar a diminuir o desconforto e o inchaço das mamas.

      * Se você precisar satisfazer uma ansiedade por comida, faça-o com moderação.

      * Evite cafeína, álcool e cigarros por 2 semanas antes da data prevista da menstruação.

      * As vitaminas e minerais parecem melhorar os sintomas da TPM em algumas mulheres.

      * Pergunte ao seu médico se você deve tomar suplementação de alguma delas e em que quantidade: Vitamina E Vitamina B6 Cálcio Magnésio L-tirosina, um aminoácido.

     * Descanse.

      * Tire sonecas, se necessário.

      * Aprenda a relaxar.

      * Experimente respiração profunda, meditação, ioga ou tomar um banho quente.

      * Tente evitar o estresse quando estiver com TPM.

  
Fonte: Jornal de Brasília

http://www.coderp.com.br/ssaude/i16principal.asp?pagina=/ssaude/principal/painel/I16indice.htm


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos