-
Esta página já teve 132.437.342 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.708 acessos diários
home | entre em contato
 

Gastroenterologia/Proctologia/Fígado

Anatomia das vias biliares em doadores e receptores de transplante hepático inter vivos.

05/03/2007

Arquivos de Gastroenterologia
ISSN 0004-2803 versão impressa

 
 
 

Resumo

SOARES, Renato Vianna, COELHO, Júlio Cezar U., MATIAS, Jorge E. F. et al Arq. Gastroenterol., jul./set. 2006, vol.43, no.3, p.173-177. ISSN 0004-2803.

RACIONAL: Variações anatômicas das vias biliares são freqüentes e aumentam as complicações dos transplantes hepáticos. OBJETIVO: Avaliar a anatomia das vias biliares nos doadores e receptores do transplante hepático inter vivos realizados no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná e do Hospital Nossa Senhora das Graças de Curitiba, Curitiba, PR. CASUÍSTICA E MÉTODOS: A avaliação foi retrospectiva de março de 1998 até setembro de 2002 (23 transplantes), quando os dados passaram a ser captados de forma prospectiva (17 transplantes), até agosto de 2003. Foram obtidos dados de 80 pacientes consecutivos (40 doadores e 40 receptores), submetidos a transplante hepático inter vivos, sendo 32 transplantes com receptor adulto e 8 transplantes pediátricos (receptor com idade inferior a 15 anos). Entre os 80 pacientes incluídos no estudo, 51 eram do sexo masculino (27 receptores e 24 doadores) e 29 do feminino (13 receptores e 16 doadores). A idade média dos doadores foi de 32,6 anos e a dos receptores de 36,3 anos. RESULTADOS: Nas cirurgias de captação do lobo hepático direito, a via biliar direita foi única em 25 entre 29 casos (86,2%), dupla em dois (6,9%) e tripla em dois (6,9%). Nos oito casos em que o setor lateral esquerdo ou o lobo hepático esquerdo foram captados, a via biliar foi única. Entre os 33 pacientes submetidos a colangiografia por ressonância magnética, variações foram verificadas em três pacientes (9,1%), sendo a mais comum o ducto biliar posterior direito tributário do ducto hepático esquerdo (6,06%; n = 2). CONCLUSÃO: A prevalência de anomalias biliares nos transplantes inter vivos de fígado é elevada e algumas não são diagnosticadas com os exames de imagem pré-operatórios.

Palavras-chave: Vias biliares [anatomia & histologia]; Transplante de fígado; Doadores vivos.

        · resumo em inglês     · texto em português     · pdf em português


 

 IBEPEGE, CBCD e SBMD

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0004-28032006000300004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos