-
Esta página já teve 132.540.735 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.700 acessos diários
home | entre em contato
 

Câncer/Oncologia/Tumor

Leia sobre Novas Drogas - Ensaios clínicos para o câncer

09/04/2007

Ensaios clínicos são estudos de investigação que experimentam novas terapias contra os diversos tipos de câncer. O médico pode recomendar um ensaio clínico para o paciente em algum momento de seu tratamento.

Para que você entenda a forma e a realização de ensaios clínicos e as medidas tomadas para proteger sua saúde, faremos uma breve explicação sobre o assunto. Depois de ler o texto o abaixo você poderá compreender como esta opção poderá auxiliar no tratamento contra o câncer.

Forma de realização dos ensaios clínicos

A maior parte dos ensaios é patrocinada por agências oficiais de incentivo à pesquisa e por indústrias farmacêuticas. Com freqüência, o mesmo ensaio é oferecido em vários centros de tratamento de câncer, de maneira que os pacientes possam participar da mesma pesquisa em diferentes locais no Brasil ou em conjunto com outros países.

Os ensaios têm os seguintes níveis:

Fase I: Visa fundamentalmente reconhecer a toxicidade (quantidade de toxinas liberadas no organismo) de determinado recurso terapêutico. Os efeitos benéficos que dele possam advir são mais do que bem-vindos, mas o que se deseja, fundamentalmente, é reconhecer sua toxicidade.

Fase II: Avalia-se a resposta do tratamento para um determinado tumor, no qual estudos fase I tenham sugerido alguma utilidade, em um grupo de pacientes. Assim, verifica-se a porcentagem de êxito do novo tratamento contra uma forma específica de câncer.

Fase III: Os médicos comparam a eficiência de êxito do novo tratamento com o que era utilizado anteriormente. Procura-se, dessa forma, definir qual o melhor tratamento a ser empregado em primeira instância.

A fim de obter a aprovação da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para que um determinado medicamento seja incluído no tratamento de pacientes, é necessário demonstrar que sua eficácia e que seus os efeitos colaterais não são proibitivos.

Forma de se proteger os participantes dos ensaios clínicos

Existem possíveis riscos em qualquer ensaio clínico, sendo importante saber que os ensaios clínicos somente são recomendados para seres humanos somente após exaustivos testes em animais para comprovar sua segurança. Antes de se iniciar um ensaio clínico, uma Junta Institucional de Revisão em cada local em que se fará o estudo deve revisar e aprovar o plano de tratamento. Essa junta é formada por profissionais qualificados em saúde, que não têm nenhum compromisso com o laboratório que desenvolveu a droga em questão, por exemplo, e que, desta forma, podem validar o estudo de maneira imparcial.

Saiba que a participação em ensaios clínicos segue as seguintes regras:

- Primeiro o paciente faz seu consentimento formalmente, após ter sido cuidadosamente informado de todos os aspectos relativos ao ensaio e todas as suas dúvidas devidamente esclarecidas.

- Durante todo o ensaio, os pacientes são vigiados minuciosamente em relação à resposta ao tratamento e à toxicidade. Efeitos adversos ou reconhecida ineficiência serão imediatamente informados, para que a devida substituição do esquema seja feita. Da mesma forma, os pacientes podem, em qualquer momento, abandonar o programa em estudo se o desejarem, sem que isso signifique qualquer prejuízo a seus cuidados.

- Um grupo de profissionais médicos revisa continuamente o ensaio para garantir que os pacientes sejam tratados com imparcialidade e segurança.

Como decidir que o ensaio clínico esta indicado para o paciente?

Primeiramente, o paciente deve converse com seu médico sobre isso. O paciente poderá estar acompanhado por uma pessoa que esteja familiarizada com seu estado de saúde, e esta pessoa poderá ajudá-lo a decidir se esse ensaio clínico é uma boa opção ou não. É importante e necessário que o paciente conheça:

- As possibilidades, riscos e benefícios deste ensaio, especialmente sobre qualquer potencial efeito colateral.

- Qual é a diferença do tratamento que será estudado e o tratamento ao qual está sendo submetido para seu tipo de câncer.

- O tipo e a freqüência de todos os exames que serão feitos antes, durante e após o ensaio.

- A duração do ensaio.

- Local onde será realizado o ensaio.

- A forma como o ensaio afetará sua rotina diária.

As pesquisas científicas em todo o mundo vêm caminhando com grande rapidez na última década, por essa razão, muitas informações são encontradas diariamente nos jornais e revistas sobre os avanços no tratamento do câncer. Vários artigos apresentam citações sobre cura de doenças, tais como leucemia, linfoma, mielodisplasia e mieloma múltiplo. Há também muito interesse sobre pesquisas com células-tronco e sua utilidade nesses tipos de câncer.

Para os pacientes, muitas vezes, é difícil compreender e acompanhar todos esses passos, bem como se aquele ensaio clínico pode ser de fato indicado para seu tipo de câncer.

Nesta página iremos disponibilizar os principais links de pesquisa no mundo, para que pacientes e familiares possam ter acesso às pesquisas realizadas nas doenças onco-hematológicas.

Queremos com isso viabilizar o acesso às informações, mas sempre que houver alguma pesquisa em andamento, leia atentamente e caso tenha alguma dúvida, converse com o médico responsável pelo tratamento ou consulte o Comitê Científico da ABRALE, que estará sempre à disposição por meio da seção Fale Conosco deste site.

Links médicos de pesquisa

ASPHO - American Society of Pediatric Hematology/Oncology

ASCO - American Society of Clinical Oncology
ASH - American Society Hematology
AACR - American Association for Cancer Research
CMA - Canadian Medical Association
APON - Association of Pediatric Oncology Nurses
AOS - Association of Oncology Social Work
ACCC - Association of Community Cancer Centers
Coalition of National Cancer Cooperative Groups
Federation of European Cancer Societies
ONS- Oncology Nursing Society
SBT - Society for Biological Therapy
Children's Oncology Group
NCI - National Cancer Institute
Cancer Liaison Program
LLS - The Leukemia e Lymphoma Society
Blood and Marrow Transplant

http://www.abrale.org.br/doencas/novas_drogas/


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos