Ortopedia/Fisioterapia/Coluna/T.O. -
Esta página já teve 132.557.903 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.699 acessos diários
home | entre em contato
 

Ortopedia/Fisioterapia/Coluna/T.O.

Mudanças na cinemática articular em crianças com paralisia cerebral durante o andar com e sem órteses de reação ao solo.

18/04/2007

Clinics

 

Resumo

LUCARELI, Paulo Roberto Garcia, LIMA, Mário de Oliveira, LUCARELLI, Juliane Gomes de Almeida et al. Clinics, fev. 2007, vol.62, no.1, p.63-68. ISSN 1807-5932.

INTRODUÇÃO: A órtese de reação ao solo é freqüentemente prescrita com o objetivo de reduzir a flexão do joelho durante a fase de apoio na marcha de pacientes com paralisia cerebral. Não há informações suficientes relatadas na literature sobre este tipo de órteses. OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi determinar o efeito que a órtese de reação ao solo tem na cinamática angular das articulações do quadril, joelho e tornozelo durante a fase de apoio da marcha de crianças com paralisia cerebral, comparando a marcha descalça e com o uso das órteses MÉTODOS: Após um estudo retrospectivo de 2200 pacientes avaliados no laboratório de marcha, 71 pacientes com diagnóstico de paralisia cerebral do tipo diparesia espástica e idade média de 12.2 ± 3.9 foram selecionados (142 membros). Nenhum deles apresentou contratura em flexão dos quadris, joelhos e tornozelos. Todos usavam órteses do tipo reação ao solo articulada durante a avaliação da marcha. Os pacientes foram divididos em três grupos: Grupo I Extensão Limitada (pico de extensão do joelho menor que 15º); Grupo II Extenão Moderadamente Limitada (pico de extensão do joelho entre 15º e 30º) e Grupo III Agachamento (pico de extensão do joelho no apoio maior que 30º). RESULTADOS: Os resultados demostraram que o pico de extensão do joelho e o pico de dorsiflexão tiveram alterações significantes nos grupos II e III enquanto que o grupo I não apresentou alteração. O pico de extensão do quadril não mostrou alteração nos três grupos CONCLUSÃO: A órtese de reação ao solo é eficaz quando indicada para aumentar a extensão do joelho e tornozelo durante a fase de apoio da marcha de crianças com paralisia cerebral

Palavras-chave : Órteses; Paralisia Cerebral; Marcha; Cinemática.

        · resumo em inglês     · texto em inglês     · pdf em inglês

 

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1807-59322007000100010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos