-
Esta página já teve 135.318.753 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.662 acessos diários
home | entre em contato
 

Tóxicos/Intoxicações

Como reduzir resíduos de agrotóxicos dos alimentos convencionais

11/05/2007

 

· Dê preferência para compra de frutas e verduras da época. Fora da estação adequada é quase certo que uma fruta, verdura ou legume tenha recebido cargas maiores de agrotóxicos. É por isso que, quando você não encontrar tomate, cebola ou outros produtos na feira orgânica, é porque não está na época deles. E, você poderá escolher outro produto que os substitua em termos nutricionais;

· Como ainda existe pouca fruta produzida organicamente, procure sempre descascar as frutas, em especial os pêssegos e maçãs. Alguns resíduos de agrotóxicos repousam nas cascas;

· Lave bem as frutas e verduras em água corrente durante pelo menos 1 minuto ou coloque-as numa solução de água (1 litro) com um pouco de vinagre (4 colheres), durante 20 minutos;

 

Atenção: Como a maior parte dos agrotóxicos são "sistêmicos", ou seja, quando aplicados nas plantas circulam através da seiva por todos os tecidos, descascar e lavar frutas não garante a eliminação total dos resíduos de agrotóxicos.

 

Dica : Coloque um morango com agrotóxico numa embalagem fechada e deixe-o ali por duas semanas. O resultado é uma mistura malcheirosa e escura. Se você fizer o mesmo com um morango orgânico, terá coloração clara e odor avinagrado. Esse teste serve apenas de alerta! É mero aviso dos males dos agrotóxicos.

· Retire folhas externas das verduras que, em geral, concentram mais agrotóxicos;

· Retire a gordura das carnes e pele de frango. Algumas substâncias tóxicas se acumulam em tecidos adiposos;

· Diversifique nas hortaliças e frutas. Além de propiciar uma boa mistura de nutrientes, isso reduz a chance de exposição a um mesmo agrotóxico empregado pelo agricultor;

· Dê preferência aos produtos nacionais e de sua região. Alimentos que percorrem longas distâncias, como os importados (Argentina, Chile, Espanha, etc.), normalmente são pulverizados pós-colheita e possuem um alto nível de contaminação por agrotóxicos;

 

Autor: Moacir Roberto Darolt Eng. Agrônomo, Pesquisador do Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR) Doutor em Meio Ambiente e Desenvolvimento (UFPR x Université Paris VII) Presidente da Associação de Consumidores de Produtos Orgânicos do Paraná (ACOPA) darolt@pr.gov.br

 

 

 

 

http://www.consumidororganico.hpg.ig.com.br/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos