-
Esta página já teve 133.070.205 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.665 acessos diários
home | entre em contato
 

Pediatria/Criança

Conheça as orientações para um desmame saudável

12/05/2007

  

Deve ficar claro que o início do desmame ocorre aos 6 meses de idade e significa a introdução de novos alimentos na dieta do bebê, e não a suspensão do leite materno que deve continuar até os 24 meses da criança.

Esses períodos são referentes à natureza da criança e devem ser seguidos dentro das possibilidades da mãe.

Hoje em dia a maior preocupação das mulheres é a volta ao emprego, por lei as mães têm 4 meses de licença maternidade e se a gestação for bem planejada pode-se aproveitar ainda 1 mês de férias, totalizando 5 meses em contato direto com o bebê. Na volta ao trabalho a mãe ainda conta com 2 pausas de 30 minutos ao dia, uma a cada 4 horas trabalhadas, até os 6 meses de idade do bebê.

No caso da mãe não morar próximo ao local de trabalho ela pode seguir as seguintes dicas:

Uma ou duas semanas antes de voltar ao trabalho, começar a tirar o leite através da ordenha manual e acondicioná-lo para fazer um estoque.
Amamentar antes de sair de casa para o trabalho e assim que retornar. Amamentar durante a noite.
No trabalho, retirar o leite, tantas vezes quanto o bebê mamaria se estivesse com a mãe.
Nos dias de folga, oferecer o peito à vontade.
Na ausência da mãe, quem ficar responsável pelo bebê deve dar o leite estocado sempre em xícara ou copinho, NUNCA usar mamadeiras.
Para as mães que trabalham, estas dicas ajudam a manter a criança até os 6 meses somente com o seu leite.

A partir do sétimo mês já podemos então introduzir os novos alimentos. O primeiro contato deve ser com as frutas, através delas a criança refinará seu paladar em relação ao açúcar, o qual já estava presente no leite materno (lactose).

A sugestão é um suco de laranja lima pela manhã e uma fruta raspada, por exemplo meia maçã, à tarde. É muito importante a maneira pela qual os alimentos são preparados e oferecidos, devem ser raspados com uma colher, amassados com um garfo ou passados em uma peneira, para mantermos a maior integridade dos alimentos. Os sucos de frutas espremidas devem ser oferecidos sempre em copos ou xícaras, NUNCA em mamadeiras. A mesma fruta deve se repetir por 5 a 7 dias para que a criança defina o paladar daquele alimento. Após esse período mudam-se as frutas e segue-se aproximadamente 1 semana. Pode-se usar banana, mamão, caqui, pêra, uva ou outras frutas da estação, sempre atentos ao preparo e maneira de servi-las.

A partir do oitavo mês, a criança deve começar a despertar para o sal através de sopas e papas de verduras, lembramos que a origem desses alimentos é muito importante dando-se preferencia aos de adubação orgânica ou biodinâmica. Cuidados também devem ser tomados quanto ao preparo, no cozimento deve-se escolher entre panela de esmalte, porcelana ou pirex, evitando alumínio e panela de pressão, usar quantidade adequada de água e a panela tampada, não desperdiçando no vapor da sopa os seus sais minerais. Pode-se usar cenoura, beterraba, mandioquinha, escarola, almeirão, espinafre, pimentão, chuchu, brócolis, etc. O importante é que haja em todas as sopas um equilíbrio entre raízes e tubérculos, folhas e talos, e flores e frutos, onde os 3 grupos devem estar presentes. O sal sempre em quantidade mínima.

Nesta idade já estão presentes os primeiros dentes e mesmo sem eles é importante que haja estímulo através de alimentos duros, torradas, crostas de pão integral ou mesmo pão amanhecido são indicados.

Por volta de 12 meses se inicia o contato do bebê com as carnes, pode-se começar com as carnes brancas, iniciando com os caldos e posteriormente a própria carne, por exemplo, numa canja inicia-se com o caldo e quando o bebê se acostuma com o paladar oferecemos a carne. Em seguida se oferece a carne vermelha da mesma maneira. Assim como nos vegetais, devemos procurar as carnes de animais saudáveis, como frangos sem hormônio e os chamados bois verdes.

O aleitamento que se iniciou com 8 mamadas por dia, no começo do desmame pode passar para 4 mamadas e 2 refeições com frutas, posteriormente 3 mamadas e 2 refeições com sopas e depois 2 mamadas mais as carnes, frutas e verduras. Passa-se a 1 mamada por volta dos 18 meses e aos 24, com a falta de estímulo o leite materno deixa de ser produzido.

Apesar dessas orientações mostrarem-se trabalhosas, vale a pena manter este equilíbrio durante os primeiros 24 meses de vida do bebê, para que este inicie a vida cheio de saúde.

 

 

http://www.informalfest.xpg.com.br/Informal_baby/Manual%20de%20Aleitamento%20Materno.htm

 

 

 

 

 

 

IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos