-
Esta página já teve 132.460.753 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.704 acessos diários
home | entre em contato
 

Gastroenterologia/Proctologia/Fígado

Perguntas Freqüentes sobre a Doença Celíaca

20/06/2007

 

Quando se fala em doença celíaca (DC) poucas pessoas sabem o que isso é! Será que é uma doença nova?


Não. Tudo leva a crer que já era conhecida há pelo menos 1800 anos! Se agora se fala mais dela é porque existem meios seguros para se fazer o seu diagnóstico e também porque se conhecem melhor as suas causas e implicações.

O diagnóstico de DC não pode ser feito sem biópsia?


Infelizmente não. Há outras doenças que se podem confundir com ela e só a biópsia permite distinguir umas coisas das outras.

Mas para que servem então as análises que os médicos pedem nestas situações?


Na DC não tratada as funções do intestino podem estar muito alteradas. As análises que se fazem habitualmente permitem detectar estas alterações e as suas conseqüências.

Existem celíacos em todo o mundo?


Sim, embora em maior quantidade numas regiões que noutras. Esta distribuição irregular pode ter a ver com fatores raciais mas também com os hábitos alimentares já que há povos que não utilizam habitualmente os cereais com glúten na sua alimentação.

É verdade que existem "famílias de celíacos"?


Os fatores genéticos que condicionam a ocorrência da doença levam a que cerca de 15% dos familiares diretos de um celíaco possam ser também doentes. Isto quer dizer que numa família podem existir vários casos embora por vezes com sintomas de intensidade diferente.

Pode então dizer-se que a DC é uma doença hereditária?


Os fatores genéticos já referidos criam apenas uma "predisposição", um "bom ambiente", para o aparecimento da doença. A sua expressão plena depende contudo de outros fatores como infecções, alimentação, etc.

Então a DC pode ser provocada por um micróbio?


Alguns trabalhos mostram que um vírus (Adenovirus tipo 12) infecta com freqüência exagerada os doentes celíacos. Isto pode querer dizer que esse vírus tenha um papel mais ou menos importante no desencadear da doença mas o assunto não está ainda completamente esclarecido.

Não haverá um modo de evitar o aparecimento da DC?


Uma vez que não se conhecem completamente as causa da doença, é difícil imaginar um processo para evitar o seu aparecimento. Com esta finalidade, contudo, a ESPGAN propôs que a introdução do glúten na alimentação da criança só se faça depois dos 6 meses. A eficácia desta medida está por demonstrar.

O aparecimento da DC tem alguma coisa a ver com os problemas de gravidez e do parto?


Não. Algumas mães têm por vezes a tentação de se "acusarem" por terem feito isto ou aquilo (fumar, beber, manter atividades físicas violentas, etc.) durante a gravidez. Não há qualquer razão para esses receios pois não há relação com a doença celíaca.

E a alimentação ao peito não tem nenhuma influência no aparecimento da doença?


Tudo parece indicar que a amamentação pode ser um "factor protector" embora não funcione com uma segurança absoluta.

 

 

 

 

 

Fonte:

 

http://www.celiacos.org.pt/

 

 

 

 

IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos