-
Esta página já teve 133.107.387 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.663 acessos diários
home | entre em contato
 

Álcool

Prevalência da dependência de álcool e fatores associados em estudo de base populacional

05/09/2007

Revista de Saúde Pública

 

Resumo

BARROS, Marilisa Berti de Azevedo, BOTEGA, Neury José, DALGALARRONDO, Paulo et al. . Rev. Saúde Pública, ago. 2007, vol.41, no.4, p.502-509. ISSN 0034-8910.

OBJETIVO: Estimar a prevalência do abuso/dependência de álcool e identificar fatores associados entre variáveis demográficas, familiares, socioeconômicas e relativas à saúde mental. MÉTODOS: Inquérito domiciliar na área urbana de Campinas, Estado de São Paulo, realizado em 2003. Indivíduos de 14 anos ou mais de idade (N=515) foram selecionados aleatoriamente, mediante amostragem estratificada por conglomerados e avaliados por entrevista com as escalas Self-Report Questionnaire e o Alcohol Use Disorder Identification Test. Foram calculadas as prevalências e realizadas análises logísticas uni e multivariada, razões de chance e intervalos de confiança. RESULTADOS: As prevalências estimadas de abuso/dependência de álcool foram 13,1% (IC 95%: 8,4%;19,9%) nos homens e 4,1% (IC 95%: 1,9%;8,6%) nas mulheres. No modelo de regressão logística múltipla final, o abuso/dependência de álcool revelou-se significativamente associado com idade, renda, escolaridade, religião e uso de drogas ilícitas. As categorias que apresentaram as maiores razões de chance ajustadas foram: renda (entre 2.501 e 10.000 dólares, OR=10,29; superior a 10.000 dólares, OR=10,20), escolaridade inferior a 12 anos (OR=13,42), não ter religião (OR=9,16) ou ser de religião que não fosse a evangélica (OR=4,77) e ter usado drogas ilícitas em algum momento da vida (OR=4,47). Os padrões de consumo e de dependência diferenciaram-se segundo o grupo etário. CONCLUSÕES: A prevalência de uso abusivo/dependência de álcool na população é considerável. O conhecimento dos fatores associados a tal comportamento e das diferenças de padrão de consumo deve ser levado em consideração na elaboração de estratégias de redução do dano.

Palavras-chave : Alcoolismo [epidemiologia]; Fatores de risco; Fatores socioeconômicos; Amostragem por conglomerados; Inquéritos de morbidade.

        · resumo em inglês     · texto em inglês     · pdf em inglês

 

 

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0034-89102007000400002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos