-
Esta página já teve 134.683.822 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.667 acessos diários
home | entre em contato
 

Câncer/Oncologia/Tumor

Avaliação retrospectiva do tratamento da dor óssea metastática com Samário-153-EDTMP.

26/10/2007

Revista do Hospital das Clínicas

 

Resumo

SAPIENZA, Marcelo Tatit, ONO, Carla Rachel, GUIMARAES, Maria Inês Cury et al Rev. Hosp. Clin., 2004, vol.59, no.6, p.321-328. ISSN 0041-8781.

OBJETIVO: O presente trabalho teve por objetivo avaliar o efeito paliativo da dor e a toxicidade medular associados ao tratamento com Samário-153-EDTMP em pacientes com metástases ósseas. MÉTODOS: O estudo foi realizado de forma retrospectiva, a partir do levantamento de prontuário de 178 pacientes submetidos a tratamento com 1mCi/kg de 153Sm-EDTMP devido à dor por metástases ósseas. Os prontuários de 73 pacientes foram considerados adequados para análise dos parâmetros clínicos (intensidade da dor) e laboratoriais (hemograma). A intensidade da dor foi avaliada em escala de 0 a 10 pelo próprio paciente, antes e durante 8 semanas após o tratamento. Hemograma completo foi realizado antes do tratamento e a cada semana nas 8 semanas seguintes. Estudos de dosimetria foram realizados em 41 dos 73 pacientes, baseados na excreção urinária e retenção do radioisótopo, sendo a dose de radiação absorvida correlacionada à toxicidade medular. RESULTADOS: Redução importante na intensidade da dor (diminuição de 75 a 100% do basal) foi constatada em 36 pacientes (49%), com redução de 50-75%, 25-50% e 0-25% em, respectivamente, 20 (27%), 10 (14%) e 7 (10%) casos. Não se observou variação significativa da resposta entre os pacientes com tumor primário de mama (n=29) ou de próstata (n=36). Toxicidade medular foi observada em 75,3% dos pacientes (71,2% com leucopenia e 53,4% com plaquetopenia), em geral de grau leve a moderado e com recuperação ao término da 8º semana. A dose média de medula foi de 347±65 cGy, havendo baixa correlação entre a dosimetria medular e a queda da contagem de leucócitos (coeficiente de correlação linear de 0,40) ou de plaquetas (coeficiente de correlação linear = 0,48). CONCLUSÕES: O tratamento com Samário-153-EDTMP permitiu um adequado controle da dor por metástases ósseas, com significativa redução na intensidade da dor. A toxicidade medular transitória foi a principal reação adversa observada, em geral de grau leve a moderado, apresentando baixa correlação com as medidas dosimétricas.

Palavras-chave : Samário; Dor; Cintilografia; Assistência paliativa; Metástase.

        · resumo em inglês     · texto em inglês     · pdf em inglês

 

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0041-87812004000600003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos