Oftalmologia/Olhos -
Esta página já teve 132.434.631 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.708 acessos diários
home | entre em contato
 

Oftalmologia/Olhos

Glaucoma agudo bilateral em paciente jovem secundário ao uso de topiramato: relato de caso.

21/11/2007

Arquivos Brasileiros de Oftalmologia

 

Resumo

STANGLER, Fausto, PRIETSCH, Roberta Fernandez e FORTES FILHO, João Borges. Arq. Bras. Oftalmol., jan./fev. 2007, vol.70, no.1, p.133-136. ISSN 0004-2749.

Topiramato é droga derivada das sulfas e utilizada sistemicamente como anticonvulsivante. Pode produzir efusão uveal e causar glaucoma agudo por fechamento angular pelo deslocamento da íris e do cristalino anteriormente, com miopização transitória. O processo cede com a suspensão da droga, se identificado precocemente. Os autores relatam, pela primeira vez na literatura científica nacional, um caso no qual a efusão uveal ocorreu após a administração de topiramato para tratamento de enxaqueca. Paciente branca de 40 anos foi examinada no setor de emergência do Hospital Banco de Olhos de Porto Alegre apresentando cefaléia intensa, dor ocular e diminuição da visão em ambos os olhos. Referia uso de topiramato desde dez dias antes do início dos sintomas. O exame biomicroscópico mostrava injeção conjuntival, quemose e câmara anterior rasa nos dois olhos. A pressão intra-ocular era de 40 mmHg no olho direito e 38 mmHg no olho esquerdo. Os achados fundoscópicos estavam normais nos dois olhos. A ultra-sonografia ocular mostrou efusão uveal e descolamento de coróide bilateral nos dois olhos. Foi realizado o diagnóstico de efusão uveal relacionada com o uso de topiramato. A medicação foi suspensa com melhora do quadro clínico e da acuidade visual três dias após a apresentação inicial. A efusão uveal induzida por drogas ocorre raramente. O topiramato pode causar edema do corpo ciliar e relaxamento da zônula, com conseqüente deslocamento anterior do diafragma irido-cristaliniano, causando miopização aguda e fechamento angular. Como o mecanismo de fechamento angular não envolve bloqueio pupilar, iridectomias periféricas e o uso de mióticos tópicos não são efetivos nesses casos. Houve regressão completa do quadro após a suspensão da medicação.

Palavras-chave : Glaucoma de ângulo fechado [induzido quimicamente]; Frutose [efeitos adversos]; Anticonvulsivos [efeitos adversos]; Pressão intra-ocular; Doenças da úvea [induzido quimicamente].

        · resumo em inglês     · texto em português     · pdf em português

             Conselho Brasileiro de Oftalmologia

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0004-27492007000100025&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

 

 



IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos