-
Esta página já teve 133.052.824 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.667 acessos diários
home | entre em contato
 

Álcool

Eventos traumáticos em alcoolistas: a importância da investigação na atenção primária

24/06/2008

Revista da Associação Médica Brasileira

 

Rev. Assoc. Med. Bras. v.53 n.6 São Paulo  2007

doi: 10.1590/S0104-42302007000600010 

CORRESPONDÊNCIAS

Eventos traumáticos em alcoolistas: a importância da investigação na atenção primária

 

 

A importância do trauma psicológico para a saúde física e psíquica dos indivíduos ganhou nova força com os estudos do estresse pós-traumático em sobreviventes da IIª Grande Guerra e veteranos do Vietnã. Eles ampliaram o conhecimento sobre o transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) demonstrando sua ocorrência na vida cotidiana, diferente do preconizado até então1.

Trata-se de um transtorno de ansiedade que se desenvolve após a ocorrência de um evento traumático, no qual a pessoa experimentou ou testemunhou grave ameaça à sua vida ou a de outros. As agressões violentas como ser assaltado, ameaçado com arma, espancado, sofrer violência sexual, sofrer violência doméstica, comuns entre os alcoolistas, têm sido apontados como os eventos traumáticos com maior risco para TEPT.

A alta exposição a eventos traumáticos tem sido documentada em estudos populacionais e em estudos com portadores do transtorno por uso de substâncias psicotrópicas2,3. No entanto, estes apresentam maior exposição a eventos traumáticos pelos comportamentos de risco e distúrbios de conduta. O número de exposições aumenta as chances de desenvolver TEPT.

Apesar disso, a investigação de traumas não tem sido rotina nas avaliações de pacientes nos serviços de saúde e o TEPT está subdiagnosticado. A rede básica de saúde tem se mostrado como os primeiros recursos em saúde a receber estes pacientes que, em geral, não referem o evento traumático, até por não associarem seus sintomas ao trauma sofrido. Apresentam-se com muitas somatizações, queixas de dores crônicas e fibromialgias, sintomas de ansiedade e de depressão, insônia, irritabilidade, hipertensão arterial. Os sintomas de TEPT incluem ainda imagens, pensamentos, memórias, pesadelos, repetitivos e dolorosos sobre o evento, com intenso sofrimento.

Uma das dificuldades na avaliação dos alcoolistas que procuram tratamento é que apresentam, muitas vezes, sintomas concomitantes de vários quadros clínicos além dos sintomas de abstinência. O estilo de vida dos pacientes coloca-os no chamado ciclo da violência, no qual são agressores e agredidos, com muitas violências interpessoais. Os traumas são quase "inerentes" à condição de usuários de substâncias psicoativas e muitos sintomas são englobados em um diagnóstico maior de transtorno por dependência da substância. E o TEPT, talvez por ser uma entidade nosológica relativamente nova, ainda carece de reconhecimento pelos clínicos.

A investigação de traumas pelo generalista da rede básica de saúde, na avaliação dos alcoolistas, tem importância crucial para a prevenção da cronicidade do TEPT, do abuso da substância psicoativa, de sintomas clínicos e emocionais associados, sendo útil para a redução das altas taxas de recaídas entre estes pacientes.

 

Gilda Pulcherio
Sibele Faller
Marlene Strey
Carlos Pinent
Porto Alegre - RS

Referências

1. American Psychiatric Association. DSM-IV: manual diagnóstico e estatístico dos transtornos mentais. 4a ed. Porto Alegre: Artmed; 1995.         [ Links ]

2. Yehuda R, Davidson J. Clinician's manual on posttraumatic stress disorder. London: Science; 2000.         [ Links ]

3. Reynolds M, Mezey G, Chapman M, Wheeler M, Drummond C, Baldacchino A. Co-morbid post-traumatic stress disorder in a substance misusing clinical population. Drug Alcohol Depend. 2005;77:251-8.        [ Links ]

 

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-42302007000600010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos