Geriatria/Gerontologia/Idoso -
Esta página já teve 133.162.753 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.660 acessos diários
home | entre em contato
 

Geriatria/Gerontologia/Idoso

Caracterização da dor crônica e métodos analgésicos utilizados por idosos da comunidade

05/07/2008

Revista da Associação Médica Brasileira

 

Resumo

DELLAROZA, Mara Solange Gomes, FURUYA, Rejane Kiyomi, CABRERA, Marcos Aparecido Sarria et al. Caracterização da dor crônica e métodos analgésicos utilizados por idosos da comunidade. Rev. Assoc. Med. Bras., jan./fev. 2008, vol.54, no.1, p.36-41. ISSN 0104-4230.

OBJETIVO: Caracterizar a dor crônica e os métodos analgésicos utilizados por idosos residentes na área de abrangência de uma Unidade Básica de Saúde (UBS), localizada na região norte da cidade de Londrina (PR). MÉTODOS: Estudo transversal descritivo com todos os indivíduos com 60 anos ou mais residentes na área de abrangência da UBS, através de inquérito domiciliar. Utilizou-se como critério de dor crônica a dor de duração mínima de seis meses. Os idosos foram questionados sobre as características da dor quanto à localização, duração, freqüência, intensidade, fatores de melhora e de piora, assim como o impacto da dor na vida do indivíduo e descrição dos métodos analgésicos utilizados. RESULTADOS: Foram entrevistados 172 idosos (101 mulheres e 71 homens). A presença de dor crônica foi observada em 107 (62,21%); no sexo feminino esta prevalência foi de 69,3% e no masculino 52,1% (p = 0,004). Os idosos mais velhos - 80 anos ou mais - apresentaram maior referência de dor crônica (p = 0,01), assim como os idosos com depressão (p<0,001). Os locais de maior prevalência de dor foram membros inferiores e região dorsal, com 31,25% cada, sendo que grande número de idosos referiam dor diária, contínua e de alta intensidade. Em relação aos métodos analgésicos, houve predomínio dos métodos farmacológicos, referidos por 86 idosos (80,37%), e com maior utilização de analgésicos simples (32,6%). CONCLUSÃO: Os dados mostram que há uma grande prevalência de dor crônica nessa população de idosos, principalmente nas mulheres com 80 anos ou mais e nos indivíduos depressivos.

Palavras-chave : Analgesia; Dor; Doença crônica; Idoso; Centros de saúde; Estudos transversais.

        · resumo em inglês     · texto em português     · pdf em português

 

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0104-42302008000100018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos