Ginecologia/Mulher -
Esta página já teve 132.445.177 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.705 acessos diários
home | entre em contato
 

Ginecologia/Mulher

Dismenorréia em adolescentes escolares

11/07/2008
Adolescencia Latinoamericana
ISSN 1414-7130 versão impressa

 


Adolesc. Latinoam. v.3 n.1 Porto Alegre ago. 2002

 

Dismenorréia em adolescentes escolares

Ellen Schmidt , MD e Liliane Diefenthaeler Herter, PHD

Resumo
Objetivo: analisar a prevalência de dismenorréia, suas características e fatores associados em uma escola particular.
Material e métodos: foi realizado um estudo transversal através da aplicação de um questionário sobre dismenorréia num grupo de adolescentes entre 12 a 19 anos de idade em uma escola privada de São Leopoldo/Brasil.
Resultados: a prevalência da dismenorréia em nossa amostra foi de 69,6%. Houve associação de dismenorréia com o aumento da idade cronológica (p=0,002) e da idade ginecológica (p< 0,0001), com a presença de síndrome pré-menstrual (p=0,004; RR=2,03) e com história familiar (p=0,031, RR=1,6). O uso de anticoncepcional oral foi um fator protetor (p=0,01; RR=0,2)
Conclusão: a dismenorréia foi bastante prevalente em nossa amostra (69,9%) e foi influenciada pelo aumento da idade cronológica e ginecológica. Além disso, esteve associada à presença de síndrome pré-menstrual e à história familiar de dismenorréia. O anticoncepcional oral foi um fator protetor para a dismenorréia.

Unitermos
: Adolesc Latinoam 2002; 3 (1): Dismenorréia, menstruação, dor pélvica, adolescência.

 

Sumario
Objetivo
: fué analisada la prevalencia de dismenorrea, sus caracteristicas y los factores asociados en una escuela privada..
Material y Métodos: fué realizado un estudio transversal por intermedio de un cuestionário sobre dismenorrea en un grupo de adolescentes com edad entre 12 y 19 años, en una escuela privada de São Leopoldo/Brasil
Resultados: la prevalencia de dismenorrea en la muestra estudiada fué de 69.6%. Hubo asociación con el aumento de la edad cronologica (p=0.002) y la edad ginecologica, con la presencia de síndrome premenstrual (p=0.004; RR=2.03) y con historia familiar (p=0.031; RR=1.579). La utilización de contraceptivo oral represento un factor protector (p=0.01; RR=0.2)
Conclusión: la dismenorrea fué definidamente prevalente en la muestra estudiada (69.9%) y fué influenciada por el aumento de la edad cronologica y ginecologica. Además, estubo asociada com la presencia de síndrome premestrual y la historia familiar de dismenorrea. El contraceptivo oral represento un factor protector para la dismenorrea.
Palabras clave: Adolesc Latinoam 2002; 3 (1) - Dismenorrea; menstruación; dolor pelvica; adolescencia.

 

http://ral-adolec.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-71302002000100003&lng=pt&nrm=iso

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos