-
Esta página já teve 132.543.691 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.701 acessos diários
home | entre em contato
 

Sono/Distúrbio do sono

Estudo sobre distúrbios do sono entre hipertensos, diabéticos, alcoolistas e gestantes

18/08/2008

Revista Brasileira de Psiquiatria

 

Rev. Bras. Psiquiatr. v.24  supl.2 São Paulo oct. 2002

doi: 10.1590/S1516-44462002000600008 

TRANSTORNOS DO SONO

Estudo sobre distúrbios do sono entre hipertensos, diabéticos, alcoolistas e gestantes

Oliva, V; Bartmann D; Maegawa, R; Paiva F; Uhlendorf, D; Minhoto, G

UFPR, Departamento de Psiquiatria e Medicina Forense
Rua Lamenha Lins, 447/06, 80250020, (41)2328427

Endereço para correspondência

OBJETIVO: Pela análise de 4 diferentes grupos de pacientes, verificar a incidência de distúrbios do sono em cada um deles, assim como a procura médica entre os que sofrem de algum desses problemas e o uso de medicação.
MÉTODOS: Foram aplicados 72 questionários validados para detecção de problemas de sono. A amostra aleatória foi obtida a partir de pacientes, de ambos os sexos, com uma média de 50 anos, inscritos nos programas de Hipertensão Arterial (HAS), Diabete (D), Saúde Mental (Alcoolistas) e de Saúde da Mulher (Gestantes), na Unidade de Saúde Fernando de Noronha em Curitiba. Cada grupo conteve, respectivamente, 45, 18, 12 e 15 pessoas, sendo que um mesmo indivíduo podia pertencer a mais de um grupo.
RESULTADOS: Os dados já analisados mostram uma incidência em torno de 33,33% de pelo menos um distúrbio do sono nos pacientes com hipertensão, 33,33% naqueles com diabete, 16,66% entre os alcoolistas e 27,33% nas gestantes. Desses pacientes, devido ao problema de sono, 43,47% já procuraram ajuda médica e 52,17% tomavam algum remédio.
CONCLUSÕES: A análise dos dados parciais sugere uma alta incidência de algum distúrbio do sono nos grupos de HAS e D. Porém, o grupo de alcoolistas apresentou um índice até abaixo do esperado. Os resultados mostram ainda que, embora haja muitos casos de distúrbios do sono, eles são pouco valorizados pela população, pois mais de 50% dos que apresentam problema não procuram o médico. Outro dado relevante é a incidência de pessoas com algum distúrbio do sono que tomavam remédio por causa do problema, mesmo sem prescrição médica – 8,7%.

 

Endereço para correspondência
Email vitorhugo_s_o@hotmail.com

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-44462002000600008&lng=es&nrm=iso&tlng=es

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos