Alternativa/Fitoterapia/Acupuntura -
Esta página já teve 132.448.153 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.706 acessos diários
home | entre em contato
 

Alternativa/Fitoterapia/Acupuntura

Estaquia de três espécies de Baccharis

05/09/2008

Ciência Rural

 

Cienc. Rural vol.35 no.1 Santa Maria Jan./Feb. 2005

doi: 10.1590/S0103-84782005000100037 

NOTA
FITOTECNIA

 

Estaquia de três espécies de Baccharis

 

Propagation of three species of Baccharis by cuttings

 

 

Claudine Maria de BonaI; Luiz Antonio BiasiII, 1; Flávio ZanetteIII; Tomoe NakashimaIV

IEngenheiro Agrônomo, Aluno de Doutorado na Texas A & M University, USA
IIEngenheiro Agrônomo, Professor Adjunto, Departamento de Fitotecnia e Fitossanitarismo, Universidade Federal do Paraná (UFPR), CP 19061, 81531-990, Curitiba, PR. E-mail: biasi@ufpr.br. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico)
IIIEngenheiro Agrônomo, Professor Titular, Departamento de Fitotecnia e Fitossanitarismo, UFPR
IVFarmacêutico, Professor Adjunto, Departamento de Farmácia, UFPR

 

 


RESUMO

O cultivo da carqueja é importante para o fornecimento de matéria prima de alta qualidade para a indústria de fitoterápicos, sendo necessária a definição de uma forma eficiente de produção de mudas. Este trabalho foi realizado com o objetivo de estudar o efeito de diferentes partes do ramo e substratos na estaquia de Baccharis articulata, Baccharis trimera e Baccharis stenocephala. Os experimentos foram conduzidos em casa-de-vegetação sob condição de nebulização intermitente, testando: 1)diferentes partes do ramo (estaca basal, estaca mediana e estaca apical) com delineamento em blocos ao acaso, quatro repetições de 15 estacas por parcela; e 2)diferentes substratos (solo, areia, vermiculita, casca de arroz carbonizada e Plantmax®), com delineamento inteiramente ao acaso, quatro repetições de 15 estacas por parcela. A posição da estaca de B. trimera não afetou a porcentagem de enraizamento, massa seca de raízes e número de raízes emitidas por estaca, ocorrendo apenas maior porcentagem de estacas brotadas das partes mediana e basal. Para B. articulata e B. stenocephala, houve tendência das estacas apicais e medianas apresentarem maior enraizamento e desenvolvimento das raízes. Os substratos testados não apresentaram diferenças significativas para as variáveis analisadas em B. trimera, mas para B. stenocephala e B. articulata a areia foi o pior substrato.

Palavras-chave: Baccharis articulata, Baccharis trimera, Baccharis stenocephala, substratos, propagação vegetativa, planta medicinal.


ABSTRACT

The cultivation of “carqueja” by establishing an efficient method of plant propagation, is important to obtain high product quality for phytotherapeutic industry. This work was made to study the effect of using different parts of the stems as well as different substrates on propagation of Baccharis articulata, Baccharis trimera and Baccharis stenocephala by cuttings. Cuttings were placed under intermittent mist. The experiments were basal, middle or apical parts of the stems randomly distributed in four repetitions of 15 cuttings each per treatment and also randomly distributed cuttings grown in soil, sand, vermiculite, carbonized rice peels and Plantmax® substrates in four repetitions of 15 cuttings per treatment. There was no difference in terms of rooting percentage, dried rooting weight or number of roots per cutting among the three different parts of the stem in B. trimera, whereas a higher percentage of shooting occurred in the middle and basal cuttings. B. articulata and B. stenocephala middle and apical cuttings presented better results in terms of rooting quantity and rooting development than the basal ones. The parameters tested in the substrates experiment presented no significant difference in the B. trimera propagation while in B. stenocephala and B. articulata propagation the sand was the worst substrate.

Key words: Baccharis articulata, Baccharis trimera, Baccharis stenocephala, substrate, vegetative propagation, medicinal plant.

 

 

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-84782005000100037&script=sci_arttext

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos