-
Esta página já teve 132.576.169 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.697 acessos diários
home | entre em contato
 

Câncer/Oncologia/Tumor

Tireóide e câncer

09/09/2008
 
Pesquisa FAPESP -  

Os nódulos tireoidianos constituem a principal manifestação clínica de uma série de doenças da tireóide com uma prevalência de aproximadamente 10% na população adulta. O maior desafio é excluir o câncer da tireóide, que ocorre em 5 a 10% dos casos. Os carcinomas diferenciados respondem por 90% dos casos de todas as neoplasias malignas da tireóide. A maioria dos pacientes com carcinoma diferenciado apresenta, geralmente, um bom prognóstico quando tratada adequadamente, com índices de mortalidade similares à população geral. No entanto, alguns indivíduos apresentam doença agressiva, desafiando o conhecimento atual e ilustrando a complexidade do manejo dessa neoplasia. No estudo “Nódulos de tireóide e câncer diferenciado de tireóide: consenso brasileiro”, os autores reuniram oito membros do Departamento de Tireóide da Sociedade Brasileira de Endocrinologia & Metabologia, para elaborar, por consenso, as diretrizes brasileiras no manejo dos nódulos tireoidianos e do câncer diferenciado da tireóide. Os pesquisadores foram Ana Luiza Maia, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Laura S. Ward, da Universidade Federal de Campinas, Gisah A. Carvalho e Hans Graf, da Universidade Federal do Paraná, Rui M. B. Maciel, da Universidade Federal de São Paulo, Léa M. Zanini Maciel, da Universidade de São Paulo, Pedro W. Rosário, da Santa Casa de Belo Horizonte, e Mario Vaisman, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Os membros participantes representam diferentes centros universitários do Brasil, refletindo diferentes abordagens diagnósticas e terapêuticas. Inicialmente, cada participante ficou responsável pela redação de determinado tema a ser enviado ao coordenador, que, após revisão editorial e elaboração da primeira versão do manuscrito, enviou ao grupo para sugestões e aperfeiçoamentos. Quando concluído, o manuscrito foi novamente enviado e revisado por todos. A elaboração dessas diretrizes foi baseada na experiência dos participantes e na revisão pertinente da literatura.


Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia – v. 51 – nº 5 – São Paulo – jul. 2007

www.revistapesquisa.fapesp.br/scielo141/endocrinologia.htm

http://www.revistapesquisa.fapesp.br/?art=4312&bd=2&pg=1&lg=

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos